Quinta-feira, 06.09.07

Mandriva Linux 2008 RC1

Saiu ontem a primeira release candidate da próxima versão da distribuição de GNU/Linux, Mandriva - disponível em 3 CDs ou 1 DVD só com software livre, para as plataformas x86 e x86-64.
As maiores novidades desta release candidate são a inclusão do utilitário Draknetcenter para configurar e monitorizar redes, a nova estrutura dos menus, os novos nomes dados aos vários pacotes do kernel disponíveis nos repositórios, suporte nativo de leitura e escrita de partições NTFS e inclusão dos drivers para as NVidia Geforce 8400, 8500 e 8600.
Entre o software incluído nesta nova versão do Mandriva 2008 estão a última versão beta do GNOME 2.20, X.org 7.2, KDE 3.5.7 e a última versão disponível do KDE 4, XFCE 4.4.1, Kernel 2.6.22, Compiz Fusion, OpenOffice 2.2, Firefox 2.0.0.6 e a framework de segurança AppArmor.
Esta distribuição foi a única onde gostei mais ou menos de usar o KDE, por isso, quando sair, vou fazer o download e corrê-la no VirtualBox. Espero que façam o mesmo, porque ela é excelente para o desktop.
Segunda-feira, 03.09.07

X.Org 7.3 adiado

O lançamento da próxima versão do X.Org foi adiada para o próximo dia 5. A razão apontada pelo responsável dos lançamentos deste programa, na mailing list do projecto, é a falta de tempo para dedicar ao projecto.
publicado por brunomiguel às 17:51 | link do post | comentar
Sábado, 14.07.07

Planos para o Mandriva 2008

A Mandriva ainda à pouco tempo lançou a versão 2007 e já tem planos definidos para a versão 2008. Isto é que é uma distribuição que sabe o que quer!
O Kernel 2.6.22, já aqui falado, é o escolhido para incorporar o Mandriva 2008. Esta versão do Kernel do Linux tem um melhor suporte para wireless, um novo e melhorado gestor de memória, faz uma gestão de energia mais eficiente, vai incluir a versão 1.0.14 do projecto ALSA e vem com optimizações para o uso em desktops. Para o interface gráfico, a versão 2008 do Mandriva vai usar o X.org 7.3 para dar vida ao Gnome 2.20, KDE 3.5.7, XFCE 4.4.1, à versão beta mais recente do KDE 4 existente na altura do lançamento e ao Compiz Fusion.
É pena que o projecto Mandriva não tenha o destaque que merece, porque esta distro podia muito bem ser o supra-sumo dos desktops; vem sempre com software recente e com um look bonito, simples e organizado. Quando sair a versão final, é certo que a vou experimentar!

do not feed the trolls

Outros blogs meus

pesquisar neste blog

 

posts recentes

arquivos

links