Quinta-feira, 23.10.08

Falta de condições apontada como causa do acidente da Linha do Tua

Do Esquerda.net:

No local onde ocorreu o acidente ferroviário de Agosto na linha do Tua, os carris estavam desnivelados. Esta situação, combinada com o excesso de rigidez dos amortecedores da automotora, terá contribuído para o descarrilamento que provocou a morte de uma pessoa, segundo as primeiras conclusões do relatório entregue esta quarta-feira ao ministro Mário Lino.

[...]

Embora alguns elementos do relatório ainda necessitem de mais investigação para validar as conclusões, a falta de manutenção da via e o seu mau estado nalguns troços são também apontados pela equipa multidisciplinar que esteve no terreno à procura de causas para a sucessão de acidentes na linha do Tua num espaço curto de tempo. Por exemplo, os locais onde os comboios descarrilaram em Fevereiro de 2007 e em Junho de 2008 não vêem qualquer renovação da linha desde os anos oitenta.

Afinal, a Linha do Tua não estava em tão boas condições como diziam. Que raio andaria a fazer o pessoal que estava encarregue de verificar as condições e fazer a manutenção da linha?

publicado por brunomiguel às 16:08 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Terça-feira, 24.06.08

Europa em «estado de negação»

Quem o diz é a Amnistia Internacional, a conhecida organização não governamental de defesa dos direitos humanos, num relatório publicado ontem.
No relatório, para além de vários casos de passagem de prisioneiros de guerra em aviões a CIA de e para o centro de tortura de Guantanamo, a Amnistia Internacional apresenta soluções para a Europa se descartar do seu envolvimento nestas actividades americanas.

Um completo artigo sobre este relatório pode ser lido no site da RTP.

A ouvir: Richard Stallman - Guantanamero
(
letra da música aqui)

publicado por brunomiguel às 03:57 | link do post | comentar
Quarta-feira, 28.05.08

FBI investigava governo americano por crimes de guerra

Hoje, o site afterdowningstreet.org menciona um relatório divulgado pelo Departamento de Justiça americano sobre uma investigação de crimes de guerra praticados pelo executivo americano que o FBI estava a desenvolver, até o executivo de George Bush ter ordenado a cessação das investigações. Entre os vários assuntos, é mencionado o centro de tortura de Guantanamo, onde foram cometidos vários atentados nojentos contra os direitos humanos.

publicado por brunomiguel às 21:36 | link do post | comentar
Sexta-feira, 23.05.08

Quem não deve não teme?

Horas após os media terem noticiado a entrega, na Assembleia da República, do relatório do Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações que menciona a passagem de 56 aviões da CIA de e para o centro de tortura de Guantanamo, Pedro Silva Pereira, o Ministro da Presidência, afirmou que o Executivo «não tem nada a esconder ou temer» e garante que as informações pedidas sobre os voos foram sempre providenciadas.

 

guantanamoEntrevistada pela TSF, a eurodeputada Ana Gomes disse querer saber se o Governo tem alguma garantia escrita em como nenhum prisioneiro de guerra passou por Portugal com destino ou vindo do centro de tortura americano em Cuba.

 

Na mesma entrevista, noticia a TSF, Ana Gomes disse que, quando confrontado sobre a passagem dos voos da CIA por Portugal, o executivo não foi cooperante, contradizendo assim as declarações de Pedro Silva Pereira.

 

O CDS-PP, pela figura de Hélder Amaral, pronunciou-se publicamente e garantiu que «não se chegou à conclusão, com os meios que existiam, que em solo português ou com o conhecimento do Governo português tivesse havido um atropelo aos direitos humanos». Não é de estranhar o silêncio de Paulo Portas, que foi muito amigo do governo americano quando ocupou o cargo de Ministro da Defesa.

 

O maior partido da oposição, o PSD, actualmente em eleições internas, ainda não se pronunciou sobre este assunto, reservando declarações para mais tarde. Mas é certo que os candidatos à presidência do partido não vão deixar passar esta oportunidade.

 

De recordar que o relatório entregue na Assembleia da República pelo Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações alude à passagem de 56 voos da CIA em território português, com quatro apenas a pararem em território nacional. Nenhum deles foi inspeccionado por, de acordo com este ministério, se tratarem de voos militares.

 

via TSF, TSF e O Público

Imagem retirada do site Watchingamerica.com

publicado por brunomiguel às 18:24 | link do post | comentar

do not feed the trolls

Outros blogs meus

pesquisar neste blog

 

posts recentes

arquivos

links