Sexta-feira, 10.08.07

Google junta-se à Open Inovation Network

O ambiente deverá andar um pouco azedo na Microsoft, durante os próximos dias, devido à entrada do Google na Open Inovation Network (OIN).
Ao entrar para a OIN, o Google disponibiliza as suas patentes relacionadas, indirecta ou directamente, com GNU/Linux gratuitamente a todas as entidades e/ou indivíduos que não façam acusações de violações de patentes contra este sistema operativo e junta-se a empresas como a IBM, RedHat, Novell (estranhamente cómico, não?!) e Sony na promoção e protecção do Linux.
Linux plays a vital role at Google, and we're strongly committed to supporting the Linux developer community.
Agora que o Google se juntou à OIN, espero que o FUD criado pela Microsoft evapore um pouco e que a adopção de GNU/Linux em ambientes empresariais aumente.
O press release oficial pode - e deve - ser lido aqui.
publicado por brunomiguel às 16:13 | link do post | comentar
Quarta-feira, 25.07.07

Acordo Microsoft-Novell aumenta adopção do RedHat

O acordo entre a Microsoft e a Novell, de acordo com um estudo da empresa Alfresco, está a aumentar a adopção do RedHat nos ambientes empresariais.
O estudo realizado por esta empresa reflecte a tendência de 10 mil das empresas que instalaram o software da Alfresco recentemente (entre Abril e Junho), onde a empresa refere um aumento da adopção do RedHat, em detrimento do Suse.
Uma das possíveis razões que poderá estar por trás aumento da adopção do RedHat, será o lançamento do novo RedHat Enterprise Linux, no final do primeiro trimestre deste ano. Outra possível razão poderá ser o facto da Alfresco não ter separado o RedHat dos seus clones (CentOS, Oracle Enterprise Linux, Fedora, etc...).
Um dado interessante sobre este estudo é a implementação do software da Alfresco em GNU/Linux, apesar da escolha de Windows como plataforma de teste.
publicado por brunomiguel às 00:41 | link do post | comentar
Quinta-feira, 19.07.07

Xandos comprou a Scalix

A Xandros comprou a Scalix, empresa que desenvolve software open source para email e calendarização. Os dados sobre esta aquisição ainda não foram revelados, mas já se sabe que apenas 13 empregados da Scalix vão ficar na Xandros.
Glenn Winokur, (antigo ?!) presidente da Scalix disse que o negócio foi fechado em pouco tempo e que o software vai continuar disponível para as outras empresas, como a RedHat ou a Novell.
The deal with Xandros went fairly quickly, as far as these things go.
publicado por brunomiguel às 21:13 | link do post | comentar
Sexta-feira, 06.07.07

O quer e não quer da Red Hat

O pessoal da Red Hat deve andar com algumas dúvidas existenciais ou algo do género. Primeiro não queriam acordos com a Microsoft, agora querem, mas sem a parte das patentes. A Microsoft, como é óbvio, disse logo que não; ou aceitam também a parte das patentes ou não há interoperabilidade para ninguém.
É estranho a Microsoft mandar à fava o seu alvo primário, mas a empresa de Redmond diz que "acredita" na interligação da interoperabilidade e propriedade intelectual. Claro que eles não acreditam, dá-lhes é mais jeito ter a Red Hat sob a nuvem negra de protecção de patentes, para causar ainda mais dúvidas e guerras internas na comunidade livre. "Se não os podes vencer, junta-te a eles e destrói-os por dentro".
Para a Red Hat, um acordo de interoperabilidade com a Microsoft era positivo, porque ia conseguir penetrar ainda mais na fatia empresarial que a Microsoft detém. Estranho é terem dito, no início, que não queriam nada com eles e agora já querem.
Bem, isto não passa de negócios e os negócios são uma "guerra" e, como qualquer guerra, um dia vai acabar. Por isso vou acender uma vela ao "San Tan Tónho" para ajudar a Luz e punir o dark side. :)
publicado por brunomiguel às 13:41 | link do post | comentar
Domingo, 24.06.07

Empregados da Microsofot também fazem stand-up comedy

Esta é cómica demais para deixar passar. Um dos directores de estratégia da secção de segurança da Microsoft disse, naquilo que deve ter sido um espectáculo de stand-up, que o Windows é mais seguro que GNU/Linux e Mac OS X. Ele até apresenta dados, corroborados pelos seus amigos da Symantec, que mostram isso; pena é não apresentar referência às fontes.

A Microsoft executive has claimed that Windows users faced fewer days of security risks on average last year than users of rival operating systems from Apple, Novell, Red Hat and Sun.

Jeff Jones, strategy director at Microsoft's security technology unit, has posted findings that show Microsoft released patches for vulnerabilities in Windows faster than its four competitors did for flaws in their software. Microsoft's last monthly "Patch Tuesday" was on June 12, when it claimed to have fixed 15 vulnerabilities. A Symantec executive acknowledged the accuracy of Jones' data.


De acordo com os cálculos dele, a Microsoft é 159% mais rápida que a Apple a disponibilizar patches, 255% mais rápida que a Novell e 579% mais rápida que a Sun. Bem, se eu tivesse vende-se um sistema operativo cheio de bugs e falhas de segurança, também tentava ser rápido a disponibilizar patches.

Para calar as más línguas (como eu), este senhor mencionou o número de falhas corrigidas, em 2006, nos vários sistemas operativos. No XP foram corrigidas 90, no Mac OS X (não diz a versão) foram 129, no Suse (não diz a versão) 232 e no RedHat (não diz a versão) 301. Bem, isto não cala ninguém porque nós sabemos que a Microsoft tem o mau hábito de abafar as falhas de segurança ao máximo, deixando vários utilizadores com os pcs minados de porcaria. E, nos sistemas GNU/Linux, é normal haver tanta correcção de bugs porque eles trazem mais software para além daquele que a empresa do ramo produz; são bibliotecas, interpretadores, editores, etc... Nos sistemas Microsoft, são só as falhas dos produtos deles. Se retirar-mos os produtos externos ao Suse e ao RedHat (como, por exemplo, os gestores de desktop, programas de office, compiladores, editores de imagem, browsers e clientes de email), se calhar o número de bugs é menos que em Windows...

Bem, ao menos temos que dar a mão à palmatória numa coisa. Este senhor é bem capaz de ser melhor que o Bruno Nogueira ou o Aldo Lima, no que toca a stand-up. Um dia destes ainda é convidado para o Sempre em Pé.

{Fontes: Cnet e ComputerworldUK}

do not feed the trolls

Outros blogs meus

pesquisar neste blog

 

posts recentes

arquivos

links