Sábado, 22.08.09

Uma (muito) curta experiência com a Mandriva 2009.1

Ontem, depois de ter andado com essa ideia algum tempo na cabeça, instalei a Mandriva 2009.1. Mas não demorei muito a arrepender-me e a voltar à distribuição que tinha antes.

Instalei a Mandriva porque, há uns tempos atrás, o Nuno Pinheiro me tinha dito que ela era capaz de ser a distribuição que oferecia um melhor desktop KDE. E de facto a oferta é muito boa a esse nível, melhor que a do Ubuntu. São os pequenos detalhes que fazem toda a diferença.

Enquanto desktop, achei a Mandriva muito porreira, mesmo não me tendo configurado correctamente a gráfica; um mal menor que se resolveu de forma rápida e simples. De resto, quatro estrelas e meia (não lhe dou cinco estrelas por causa do tema que vem por defeito).

O problema, pelo menos para mim, é o URPMI. Este gestor de pacotes consegue complicar aquilo que devia ser bastante simples; simples, tipo APT. Por causa dele, mandei a Mandriva às urtigas nem duas horas depois de a ter instalado e voltei ao Ubuntu.

Desta vez, aproveitei para fazer uma instalação muito mínima do Ubuntu, sem ambiente gráfico e assim. Apenas um terminal, que foi o suficiente para instalar o KDE 4.2, que é a versão que está nos repositórios oficiais, para depois poder adicionar os backports do Kubuntu e instalar o KDE 4.3, que estou a usar neste preciso momento.

E assim passei o meu dia de folga.

publicado por brunomiguel às 11:20 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Sábado, 06.09.08

Screenshot do Mandriva 2009 RC1 com o KDE 4.1.1


Clica na imagem para a veres em tamanho real

Está bastante agradável, na minha opinião. Para veres mais screenshots do Mandriva 2009 RC1 com KDE 4.1.1, visita este álbum no Flickr.

Quarta-feira, 25.06.08

Gdium - mais um mini computador económico

gdiumO mercado/sector dos mini computadores económicos continua activo e de boa saúde. A prova disso é o lançamento do Gdium, um pequeno computador portátil da empresa francesa EMTEC.

O Gdium tem um monitor LCD de 10 polegadas, capaz de uma resolução de 1024x600 pixeis, uma webcam e uma gráfica Silicon Motion SM502 com 32MB RAM. O processador é um CPU 900 Mhz 64bits Loongson™ 2F, da STMicroelectronics, ao qual se juntam 512MB de ram DDR2. O armazenamento dos dados é feito numa pendrive Flash G-Key, com uma capacidade de armazenamento a variar entre os 4 e os 16GB.

O sistema operativo do Gdium é o Mandriva GNU/Linux, que oferece uma miríade de aplicações, como o Firefox, OpenOffice, GIMP, várias aplicações educativas previamente seleccionadas, etc.

via eeepc.itrunsonlinux.com

publicado por brunomiguel às 11:55 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Quinta-feira, 06.09.07

Mandriva Linux 2008 RC1

Saiu ontem a primeira release candidate da próxima versão da distribuição de GNU/Linux, Mandriva - disponível em 3 CDs ou 1 DVD só com software livre, para as plataformas x86 e x86-64.
As maiores novidades desta release candidate são a inclusão do utilitário Draknetcenter para configurar e monitorizar redes, a nova estrutura dos menus, os novos nomes dados aos vários pacotes do kernel disponíveis nos repositórios, suporte nativo de leitura e escrita de partições NTFS e inclusão dos drivers para as NVidia Geforce 8400, 8500 e 8600.
Entre o software incluído nesta nova versão do Mandriva 2008 estão a última versão beta do GNOME 2.20, X.org 7.2, KDE 3.5.7 e a última versão disponível do KDE 4, XFCE 4.4.1, Kernel 2.6.22, Compiz Fusion, OpenOffice 2.2, Firefox 2.0.0.6 e a framework de segurança AppArmor.
Esta distribuição foi a única onde gostei mais ou menos de usar o KDE, por isso, quando sair, vou fazer o download e corrê-la no VirtualBox. Espero que façam o mesmo, porque ela é excelente para o desktop.
Quarta-feira, 01.08.07

GNU/Linux pré-instalado também disponível em Portugal

Ao ver este post do Tux Vermelho, fiquei surpreso e contente. A Chip7 está a vender um computador com Debian pré-instalado. Infelizmente, este só pode ser adquirido por encomenda.
Espero que mais revendedores portugueses sigam esta tendência, que já mostrou ser uma aposta de sucesso nos EUA graças à Dell - que já planeia iniciar a comercialização das suas máquinas com Ubuntu pré-instalado na Europa. Mas espero também que não se cinjam apenas a Ubuntu ou Debian. Há muitas outras distribuições excelentes para o desktop, como o OpenSuse, Mandriva e PCLinuxOS, só para dar uns exemplos.
Viva o GNU/Linux! Viva o Benfica!

do not feed the trolls

Outros blogs meus

pesquisar neste blog

 

posts recentes

arquivos

links