Domingo, 15.07.07

Consegui compilar o kernel!! :)

Consegui compilar a versão mais recente do Kernel no Ubuntu! WOO OO!! Ainda só o tinha feito uma vez, numa máquina virtual e correu bem, e desta vez não foi excepção. Bastou seguir estas instruções e, depois de compilar e instalar o kernel, foi só instalar os drivers oficiais da Nvidia.
O processo de instalação foi simples, o problema foi o tempo que a compilação demorou. Tive quase uma hora a secar.
Apesar de ter corrido tudo bem, fiquei com umas dúvidas. Eu segui as instruções para compilar um kernel genérico, mas eu tenho um AMD Athlon XP. Se compilar o kernel para este processador, vou ter problemas com os pacotes instalados, tipo perda de performance ou algum tipo de incompatibilidade? É um processador de 32 bits e os pacotes são para 32bits, só que são compilados para i386 e eu tenho um AMD K7.
Sábado, 14.07.07

Planos para o Mandriva 2008

A Mandriva ainda à pouco tempo lançou a versão 2007 e já tem planos definidos para a versão 2008. Isto é que é uma distribuição que sabe o que quer!
O Kernel 2.6.22, já aqui falado, é o escolhido para incorporar o Mandriva 2008. Esta versão do Kernel do Linux tem um melhor suporte para wireless, um novo e melhorado gestor de memória, faz uma gestão de energia mais eficiente, vai incluir a versão 1.0.14 do projecto ALSA e vem com optimizações para o uso em desktops. Para o interface gráfico, a versão 2008 do Mandriva vai usar o X.org 7.3 para dar vida ao Gnome 2.20, KDE 3.5.7, XFCE 4.4.1, à versão beta mais recente do KDE 4 existente na altura do lançamento e ao Compiz Fusion.
É pena que o projecto Mandriva não tenha o destaque que merece, porque esta distro podia muito bem ser o supra-sumo dos desktops; vem sempre com software recente e com um look bonito, simples e organizado. Quando sair a versão final, é certo que a vou experimentar!
Terça-feira, 10.07.07

Linux kernel 2.6.22

rasta_tuxA comunidade já disponibilizou a nova versão do kernel do Linux. O kernel tem agora um novo gestor de memória: o SLUB, uma versão optimizada do actual gestor de memória slab (que vem activado por default). O suporte para wireless levou um empurrão enorme nesta versão, graças à contribuição da empresa Devicescape; os módulos wireless agora suportam QoS, hostapd, têm uma nova implementação para as MAC addresses, capacidade de debug completo e um novo interface. A arquitectura de processadores Blackfin, desenvolvida pela Intel e ADI, já é suportada e foram adicionados vários novos drivers ao novo kernel.
A lista de novidades e alterações ao kernel, demasiado complicada para um newbie como eu, pode ser lida aqui.

do not feed the trolls

Outros blogs meus

pesquisar neste blog

 

posts recentes

arquivos

links