Segunda-feira, 17.11.08

A imaginação também é uma puta de uma maldição

Razão tinha John Webster quando escreveu, na peça The White Devil, que «não há nada mais torturante para o homem do que os seus próprios pensamentos». Eu que o diga: durante esta semana que passou, fui atormentado pela minha fértil - e, desta vez, negativa - imaginação. Filmes, filmes e, fodasse, mais filmes; a minha imaginação dava um filme.

Cícero dizia que «o pensamento é livre». Às vezes, era bom que não fosse assim tão livre - liberdade total nunca foi uma coisa boa (com liberdade total, não há regras, e sem regras, há merda).

publicado por brunomiguel às 02:36 | link do post | comentar
Domingo, 16.11.08

[inserir_titulo_'a_escolha]

foto
Imagem gamada daqui.
Love is... Flying into your arms, por Jorge de Sousa


Jamison Young - How Far
Música disponível sob uma licença cc-by 2.5.

Up and down the same old hill
On the train the train the same old crew
And ill be looking for a change
In the office same young lady gives a smile
And its off into a daze
And ill been lookin for a change

How far how far how far
Can this dreamin go

I keep on wondering
What that smile means
Is it a safety zone
Or a way of seeing through
At the station
I only have loose change
Ill be waiting for greener times
A way out of this

The open road
Then the risin
All alone its good to be on this trip
The sand is joined to the sky it can't brake away

Ten thousand tracks
All divided in ten
Everywhere a junction
Everything everywhere

publicado por brunomiguel às 23:28 | link do post | comentar | ver comentários (4)

do not feed the trolls

Outros blogs meus

pesquisar neste blog

 

posts recentes

arquivos

links