Domingo, 14.09.08

Aluguer de músicas TMN

tmn scam
TMN scam, por Paula Simões, disponibilizada sob uma licença Creative Commons. via Programas Livres

A publicidade pode ser um "bocadinho assim" enganosa, não pode? Pensamos que estamos a comprar músicas em formato mp3, mas estamos a alugar músicas que estão noutro formato e que deixaremos de poder ouvir assim que deixarmos de pagar, porque elas vêm infectadas com uma tecnologia de índole ditatorial chamada DRM.

Em vez de "queimarem" o vosso dinheiro neste serviço de aluguer de músicas da TMN, usem serviços que não vos tentam enfiar DRM pela garganta abaixo e que vos deixa realmente adquirir músicas. O Magnatune é um exemplo: para além de comercializar músicas sem DRM, também as disponibiliza em formatos livres lossy e lossless. Para ficarem a conhecer as diversas características do Magnatune, leiam este post do Programas Livres.

tags: , ,
publicado por brunomiguel às 13:46 | link do post | comentar
Segunda-feira, 14.07.08

Mais um passo dado rumo ao totalitarismo digital

A cada dia que passa, estamos a dar pequenos passos rumo ao totalitarismo digital. Agora, para além da porcaria dos DRM, que partem do princípio que todos os utilizadores são potenciais criminosos, vamos ter uma bosta chamada Digital Monitoring Policies.

Esta tecnologia totalitária vai permitir que, por exemplo, não possam receber chamadas num restaurante ou tirar fotos num balenário. Talvez pareça uma ideia missionária, mas está longe de o ser. Na realidade, vai servir apenas para os distribuidores de conteúdos controlarem até o que podem fazer com o vosso telemóvel.

Sabem quem teve a ideia dos Digital Monitoring Policies? Façam la um esforço. Começa por M e acaba icrosoft.

Felizmente e infelizmente, porque isto consegue ser uma faca de dois gumes - ou de dois legumes, como diria Jaime Pacheco -, os consumidores têm o poder para parar isto. O problema é que costumam ser levados a pensar que estas porcarias, que são muito más, são boas e até úteis. E um consumidor ludibriado é um consumidor sem poder.

Isto está a chegar a um ponto que nem Eric Arthur Blair, aka George Orwell, conseguiria imaginar.

via Defective by Design

Sexta-feira, 11.07.08

iPrisonphone

iprisonphone

As razões que tornam esta imagem tristemente real estão aqui e aqui.
Devido às suas dimensões, esta imagem foi encolhida. Clica nela para a veres em todo o seu esplendor.

Nota: A imagem deste post foi retirada do site da Free Software Foundation. Até menção em contrário, todos os direitos pertencem a esta ONG.

tags: ,
publicado por brunomiguel às 21:38 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Quarta-feira, 21.05.08

O comando é seu

À uns dias atrás, vários sites, entre eles os sites de alguns media mainstream, relataram um caso em que vários utilizadores do Microsoft Windows foram impossibilitados de gravar a série Gladiators, da NBC, devido a restrições impostas pelas duas empresas. Estas restrições são os sistemas DRM, algo que abunda no Windows Vista - este sistema está tão repleto de DRM que há quase um sistema DRM a cada Kb2.
algemas
Devido à atenção que este caso ganhou, a Microsoft pronunciou-se e disse que as restrições foram impostas em nome da NBC e que o Windows Media Center está de acordo com as directivas da FCC (Federal Communications Commission) que dizem que se pode impossibilitar os utilizadores de gravarem conteúdos multimédia.
O que aconteceu com estes utilizadores também pode acontecer com os clientes MEO e de outros sistemas semelhantes em Portugal. No caso do MEO, é utilizada tecnologia Microsoft, o que, para além de não me dar qualquer garantia de qualidade, aumenta as probabilidades de acontecer algo semelhante por cá.
Felizmente, há alternativas a isto. E são tão simples como andar ou respirar: usar software livre. Com o software livre, o comando é seu e não deles. Ninguém o controla através do software; você é que controla o software.
Não vou explicar detalhadamente o caso nem a forma de evitar que esta situação lhe aconteça. Vou antes indicar-lhe um artigo no blog do site BadVista.org, onde é relatada a situação e são apresentadas soluções para que defenda a sua liberdade.

Leia o artigo no Badvista.org.
Nota: a imagem, chap15, foi disponibilizada por Mark Coggins sob uma licença Creative Commons 2.0.

publicado por brunomiguel às 17:37 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Sábado, 11.08.07

Universal testa venda online de músicas sem DRM

A editora musical Universal Music Group anunciou que vai vender parte do seu catálogo musical livre de DRM e em formato mp3.
A grande surpresa deste anúncio não é o anúncio em si, mas o facto da loja iTunes não fazer parte da lista de revendedores online. Isso não será grande problema para os utilizadores, pois estes poderão adquirir as músicas através da RealNetworks, Wall-Mart, Amazon, Google e nos sites oficiais dos próprios artistas.
Depois da EMI, é agora tempo da editora com maior número de vendas testar a comercialização de músicas sem aquela porcaria que só as encarece: o DRM.

{Fontes: eFluxMedia && Machinist}
publicado por brunomiguel às 09:29 | link do post | comentar

do not feed the trolls

Outros blogs meus

pesquisar neste blog

 

posts recentes

arquivos

links