Segunda-feira, 24.05.10

Robin dos Bosques

Quando era miúdo, costumava ver os desenhos animados do Robin dos Bosques na tv e curtia bastante. Por isso, hoje as minhas expectativas em relação ao filme Robin Hood eram altas. Sem motivo, descobri, quando sai da sala do cinema.

Não é que o filme seja assim tão mau, mas... É cliché atrás de cliché, cenas à Disney e sei lá mais o quê. Vá lá que tem alguns momentos de humor e a fotografia está muito fixe, ou seria um dos piores filmes do ano.

Bem, afinal é assim tão mau! Não acho que valha a pena gastar dinheiro com o bilhete. Se for para ver num domingo à tarde, na tv, é aceitável; agora, ir a um cinema e pagar, não.

Espero que o Prince of Persia seja melhor que este.

publicado por brunomiguel às 01:40 | link do post | comentar | ver comentários (1)
Domingo, 14.03.10

Mary & Max

 Ontem, fomos até ao São Jorge para ver o Mary & Max, um filme de animação escrito e dirigido por Adam Elliot, integrado na Monstra 2010. Tanto eu como ela estávamos um pouco expectantes em relação ao filme - esperávamos que fosse intelectualóide e maçador -, mas tivemos uma surpresa bastante agradável.

mary & max

A história passa-se em meados da década de 1970. Mary Daisy Dinkle é uma criança australiana de 8 anos que, um dia, por motivos que só saberão se virem o filme, começa a trocar cartas com um americano de 44 anos chamado  Max Jerry Horovitz, que sofre de obesidade e Síndrome de Asperger. Ao longo do filme, conhecemos os mais de 20 anos de troca de correspondência trocada entre os dois, sem nunca se terem conhecido, e somos presenteados com humor ao longo dos 80 minutos de exibição.

Este é um daqueles filmes que recomendo. Se ainda não o viram, take a look at the trailer. Os €3,5 que dei pelo bilhete valeram a pena. Se eu estava com uma dor de cabeça horrível por causa da sinusite e mesmo assim consegui ver o filme na boa, só pode ser bom. :)

publicado por brunomiguel às 00:49 | link do post | comentar
Terça-feira, 25.08.09

GI Joe

Cada vez mais, os meus dias de folga são aproveitados para ir ver um filme ao cinema. Confesso que não é a minha actividade preferida, mas sempre me ajuda a desligar de tudo e a distrair-me por um bocado. O dinheiro que dou pelo bilhete é que me dói como tudo.

Das últimas vezes tive a sorte de não apanhar sala cheia e pessoas a fazer barulho a comer pipocas, a dar pontapés nas costas do banco, a atender chamadas (ok, apanhei uma pita assim quando fui ver o Brüno) e a falar em alto e bom som enquanto o filme é exibido. É apenas por isto que não gosto assim tanto de ir ao cinema. E, claro, o sempre exorbitante preço do bilhete.

Fora isto, até gosto. Distraio-me, abstraio-me e, uma vez que tenho uma tendência natural para ver filmes de comédia, rio-me - normalmente, que nem um perdido.

Hoje, fui com o meu irmão e a namorada ver o GI Joe. O filme, acho, não justifica o preço do bilhete. Contudo, os efeitos especiais estão fixes e o filme acaba por prender os espectadores por aí.

Mas a história... Fraquinha, fraquinha.

Na vinda para casa, vim a relaxar com Crystal Castles e um final de tarde muito bom. Só de pensar que amanhã vou trabalhar...

publicado por brunomiguel às 21:20 | link do post | comentar
Domingo, 26.10.08

Persepolis: uma agradável surpresa

Hoje, ao fim de uns dois meses - mais mês menos mês -, lá acabei por ver o Persepolis. Estava um bocado relutante em relação ao filme porque não me tinha parecido nada de extraordinário quando vi o trailer num programa sobre cinema da RTP2. Mas esta relutância acabou por se revelar infundada, porque o filme é excelente! O traço dos bonecos é simples e muito agradável, as personagens são muito expressivas e é uma boa forma de aprender um pouco de história. Se ainda não viram este filme, não sabem o que perdem; é uma hora e meia muito bem passada.

publicado por brunomiguel às 01:07 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Domingo, 14.09.08

Berlusconi veta filme sobre Bush

Silvio Berlusconi, o polémico primeiro-ministro italiano conhecido pelo seu envolvimento em vários casos de corrupção, vetou a exibição de um filme que retrata a vida do presidente americano, George W. Bush, durante a sua juventude, no Festival de Roma.

De acordo com o La Repubblica, a promotora do filme atribui este veto de Berlusconi à conhecida simpatia que o líder italiano nutre por Bush. Assim está a democracia em Itália: moribunda!

A estreia deste filme, «W», da autoria de Oliver Stone, fica assim marcada para 23 de Setembro, no Festival de Londres.

via Esquerda.net

publicado por brunomiguel às 18:00 | link do post | comentar

do not feed the trolls

Outros blogs meus

pesquisar neste blog

 

posts recentes

arquivos

links