Mais uma razão porque gosto do software livre

Um dos motivos porque gosto do software livre é poder contactar com os colaboradores de determinado projecto para deixar a minha sugestão projecto ou relatar um problema, sem que haja uma agenda corporativa a dificultar as coisas ou uma alegada inviabilidade económica em corrigir determinado bug.
Por isso é que, à cerca de um mês, quando relatei um problema com o cliente de email Balsa e o acesso por IMAP ao Gmail aos colaboradores deste projecto, fui ouvido e o problema foi analisado. Ontem, foi lançada uma nova versão deste cliente de email e o problema estava parcialmente corrigido. Mas como houve algo que passou sem ser visto - aparentemente, o Gmail não segue o RFC3501 correctamente -, hoje recebi um patch para resolver o problema na totalidade.
Graças a uma coisa tão simples como relatar um problema com a aplicação, ele é corrigido e eu ainda tenho um papel parcialmente activo na sua resolução por ter relatado o erro e testado o patch.

Esta resolução teria chegado bem mais rápido se eu soubesse programar, porque o código do Balsa está à vista de todos e pode ser alterado.

É uma das características mais fortes do software livre: quem sabe, pode corrigir os problemas que encontram e partilhar os patches; os que não sabem, podem relatá-los, podem pedir a alguém para os corrigir ou podem pagar a alguém para os corrigir.

publicado por brunomiguel às 15:07 | link do post | comentar | ver comentários (2)