O tribunal decidiu, a Novell é a legítima proprietária da marca Unix

Mais uma notícia que vai azedar o ambiente lá para os lados de Redmond e não só... O juíz responsável pelo processo Novell x SCO decidiu que a primeira é a detentora da propriedade intelectual do Unix. Acabam-se assim os ataques do grupo SCO ao Linux por alegadas infracções de direitos de autor.
Para além de ter decidido a favor da Novell, o tribunal decretou que o grupo SCO terá que dar parte do valor do licenciamento da Sun e Microsoft à Novell e que este deve desistir do processo contra a IBM, se a Novell assim o entender.
Na opinião do juiz, o grupo SCO apenas comprou uma licença do Unix à Novell e não os direitos sobre a marca.
Vários nomes de destaque do software livre já se pronunciaram sobre esta decisão. Entre eles está Eben Moglen, um dos pais da GPL3, que considera esta decisão uma mostra da força do movimento open-source:
It was argued that this was supposed to suggest riskiness in open source, but it turns out that the open-source world was rock solid from the beginning
O grupo SCO ainda pode recorrer da decisão.

{Fontes: The Wall Street Journal && Computer World && NYTimes && Groklaw}
publicado por brunomiguel às 14:49 | link do post