PT vai recorrer

Na sequência da multa aplicada pela Autoridade da Concorrência (AdC), Henrique Granadeiro afirmou, numa conferência de imprensa dada ao final da tarde, que a PT vai recorrer da decisão para os tribunais e considerou a coima aplicada pela AdC "inexplicável e desproporcionada".
A empresa entende não ter sido devidamente ouvida no decorrer da investigação e refere que os 39 pedidos rejeitados em que assenta a aplicação da multa não foram satisfeitos por razões técnicas devidamente justificadas pela PT.
Durante a conferência de imprensa, Henrique Granadeiro reiterou que, durante o período em que a empresa alegadamente bloqueou o acesso da rede terrestre à Tvtel e Cabovisão (de 2001 a 2005), a PT aprovou 1594 pedidos de passagens de condutas.
O homem forte da PT aproveitou também para dizer que a empresa informou a CMVM sobre o caso e que acredita na justiça dos tribunais.