Geração dos €500

Nos últimos dias, tem-se gerado alguma discussão na mailing-list do PlanetGeek acerca dos barramentos de endereços nas firewalls das empresas. Mas não é este o tema que me leva a escrever este post. Isso já tem dado pano para mangas suficiente na mailing-list, com várias opiniões diferentes.

Essa discussão acabou por levar a outra, que é a falta de reconhecimento no local de trabalho, o mau pagamento e a insegurança. Alguém, a propósito disso, afirmou que o conceito «geração dos €500» o/a irritava solenemente. Compreendo. Mas a mim irrita-me fazer parte dessa geração (sim, ela existe, não é um mito urbano como muitos pensavam).

Vá, em abono da verdade, eu não faço parte dela. Faço parte da «geração dos €475», com contracto renovado mensalmente. Recebo pouco e ainda tenho uma enorme falta de segurança e estabilidade no trabalho. Trabalho de callcenter é assim, infelizmente, e o pior é que isto é permitido.

Não espero ter um trabalho para a vida, mas contractos renovados mensalmente dão-me tanta segurança como andar a pé no meio de uma via com muito movimento de veículos motorizados.

Às vezes sinto que pertenço a uma geração sem grandes esperanças de futuro.

publicado por brunomiguel às 11:08 | link do post | comentar