Antes tarde que nunca

bicicleta da aldeia

Apesar de "falar mais com o coração do que com a cabeça", eu não gosto de ser desagradável nem áspero; regra geral, prefiro resolver as coisas sem grandes chatices. Mas há alturas em que é inevitável sê-lo - como quando as pessoas não percebem, por mais que insistamos.

As coisas não se resolviam mais facilmente se não demorassem tanto a perceber?

tags:
publicado por brunomiguel às 21:42 | link do post | comentar