Reviver

memórias

 

Há memórias que eu adorava reviver. Esta é uma delas. Mas já não dá. Aguardo por novas, outras que se juntarão a esta e a tantas outras que guardo comigo.

 

Não consigo passar sem memórias. Adoro reviver acontecimentos, pessoas, locais, sentimentos. Mesmo que me provoquem taquicardia, gosto de o fazer. Sinto-me a viver aquele momento, a falar com aquela pessoa, a sentir o que sentia por alguém, e sabe bem.

 

Às vezes, em segredo, desejo que algumas memórias voltem realmente a repetir-se. Foram coisas demasiado boas para não as querer ter outra vez. Talvez, se se repetirem, eu possa fazer com que as coisas corram melhor do que correram. E dou por mim sem poder reviver o que quero.

 

(Este post foi inspirado neste, do Daniel Marques, o qual me despertou algumas memórias recentes, como a que aparece na imagem.)

publicado por brunomiguel às 01:22 | link do post