É nas alturas mais complicadas....

As intempéries têm uma coisa, até certo ponto, boa. Até certo ponto, porque ela também é, por si própria, uma coisa má (é como se fosse agridoce): permite-nos saber com quem podemos e não podemos contar nas alturas mais complicadas. A que se abateu ontem sobre a minha família ajudou-me a percebê-lo de forma bastante clara. Preferia não o saber, mas talvez tenha sido melhor assim; evitam-se chatices - maiores, talvez - no futuro.

Agora, é altura de cuidar da família. Mas quando esta fase passar, será tempo de rever as prioridades e a minha vida. Fui, mais uma vez, surpreendido pela negativa e não gostei nada disso. Já começa a ser regra e há que colocar um termo a isso.

publicado por brunomiguel às 15:04 | link do post | comentar