O meu pai entrou no universo do email

Hoje, algo estranho aconteceu: o meu pai pediu-me para lhe criar uma conta de email. Não é algo de que ele não tem grande necessidade, mas como ele me pediu lá lha criei.

Inicialmente, estava para lhe criar uma conta no Sapo Mail. Eu curto o serviço e não tenho nada a apontar-lhe, por isso foi a minha primeira escolha. Mas há um problema: só se podem usar passwords com 6 a 8 caracteres. Isto não seria nenhum inconveniente se o meu pai estivesse disposto a decorar uma nova pass. Não estava - e eu, confesso, também não estava com paciência para lhe arranjar uma pass nova complicada de adivinhar e fácil dele decorar.

Por causa disto, virei-me para o Gmail. Criei-lhe uma conta de email neste serviço, com um username enorme, e instalei-lhe o Thunderbird no computador (que corre Debian). Em minutos estava pronto a receber e enviar emails. Ficou todo contente, como é óbvio, e começou logo a perguntar como se enviavam mails. Expliquei-lhe, ele percebeu logo o conceito e eu ganhei uma benesse. ;)

Normalmente, teria criado no Sapo Mail. O serviço é muito fixe e recomendo-o a quem quer uma conta de email, mesmo que não seja a primeira ou a principal. Mas não poder usar mais que 8 caracteres é chato, principalmente para as pessoas que têm muito poucos conhecimentos da coisa e/ou não têm paciência para estar a decorar passwords novas (o que é bem capaz de acontecer um bom e generoso número de pessoas). Fica a sugestão para a equipa do Sapo Mail que, na minha opinião, tem feito um muito bom trabalho com o serviço: deixem usar mais de 8 caracteres nas passwords.

publicado por brunomiguel às 21:23 | link do post | comentar