«We all live in an infected submarine»

Numa brilhante manobra só comparável a um valente tiro no pé, a Marinha Britânica equipou alguns submarinos nucleares com software fechado da Microsoft. A razão não se prende com a empresa, mas com a aquisição de software fechado, o que, pelo menos para mim, é uma enorme quebra de segurança.

Hoje, li no blog do Ricardo Nunes que afinal o tiro não foi no pé, mas na cabeça. Isto porque, de acordo com o Ministério da Defesa britânico, vários destes sistemas tiveram que ser desligados por terem sido infectados com vírus. Num submarino nuclear, isto está longe de ser boa notícia.

Aposto que, se os elementos da banda fossem todos vivos, os Beatles estariam a cantar «We all live in an infected submarine, infected submarine, infected submarine».

publicado por brunomiguel às 14:39 | link do post | comentar