Empregados da Microsofot também fazem stand-up comedy

Esta é cómica demais para deixar passar. Um dos directores de estratégia da secção de segurança da Microsoft disse, naquilo que deve ter sido um espectáculo de stand-up, que o Windows é mais seguro que GNU/Linux e Mac OS X. Ele até apresenta dados, corroborados pelos seus amigos da Symantec, que mostram isso; pena é não apresentar referência às fontes.

A Microsoft executive has claimed that Windows users faced fewer days of security risks on average last year than users of rival operating systems from Apple, Novell, Red Hat and Sun.

Jeff Jones, strategy director at Microsoft's security technology unit, has posted findings that show Microsoft released patches for vulnerabilities in Windows faster than its four competitors did for flaws in their software. Microsoft's last monthly "Patch Tuesday" was on June 12, when it claimed to have fixed 15 vulnerabilities. A Symantec executive acknowledged the accuracy of Jones' data.


De acordo com os cálculos dele, a Microsoft é 159% mais rápida que a Apple a disponibilizar patches, 255% mais rápida que a Novell e 579% mais rápida que a Sun. Bem, se eu tivesse vende-se um sistema operativo cheio de bugs e falhas de segurança, também tentava ser rápido a disponibilizar patches.

Para calar as más línguas (como eu), este senhor mencionou o número de falhas corrigidas, em 2006, nos vários sistemas operativos. No XP foram corrigidas 90, no Mac OS X (não diz a versão) foram 129, no Suse (não diz a versão) 232 e no RedHat (não diz a versão) 301. Bem, isto não cala ninguém porque nós sabemos que a Microsoft tem o mau hábito de abafar as falhas de segurança ao máximo, deixando vários utilizadores com os pcs minados de porcaria. E, nos sistemas GNU/Linux, é normal haver tanta correcção de bugs porque eles trazem mais software para além daquele que a empresa do ramo produz; são bibliotecas, interpretadores, editores, etc... Nos sistemas Microsoft, são só as falhas dos produtos deles. Se retirar-mos os produtos externos ao Suse e ao RedHat (como, por exemplo, os gestores de desktop, programas de office, compiladores, editores de imagem, browsers e clientes de email), se calhar o número de bugs é menos que em Windows...

Bem, ao menos temos que dar a mão à palmatória numa coisa. Este senhor é bem capaz de ser melhor que o Bruno Nogueira ou o Aldo Lima, no que toca a stand-up. Um dia destes ainda é convidado para o Sempre em Pé.

{Fontes: Cnet e ComputerworldUK}