Se tem escrito «forte», é porque deve ser

Seja em que altura do ano for, eu tenho problemas de congestão nasal. Normalmente consigo viver bem com isso, mas quando há mudanças bruscas de temperatura, como o arrefecimento súbito da temperatura que ocorreu há dias, o meu nariz torna-se numa autêntica máquina de produção de ranho. Por isso, preciso de algo para limpar as fossas nasais quase tanto como preciso de oxigénio para respirar.

Para remover a ranhoca do nariz, normalmente uso o Rhinomer. Este produto tem três categorias: força 1, indicado para crianças; força 2, para adultos; e força 3, o mais potente. O que usava era o Rhinomer força 2, mas como a congestão nasal me tem atacado mais nos últimos dias comprei o Rhinomer força 3. Na embalagem está lá escrito «forte», mas eu pensava que aquilo era só forte de nome. Como eu estava errado! Meti-o na narina esquerda e pressionei o aplicador nasal quase até ao fundo. O jacto foi tão forte que, mesmo com o aplicador nasal dentro da narina, fiquei com a face esquerda cheia de água do mar isotónica e estéril, e acho que também com um bocado de ranho lá pelo meio. Por outro lado, a narina ficou quase desobstruida.

Quando virem «forte» escrito nalgum medicamento ou produto médico, partam do princípio que é mesmo forte. Se não, ainda acabam com a cara cheia disso que vocês pensavam que não era forte.

publicado por brunomiguel às 14:33 | link do post | comentar