Festas populares

Chegou o verão, e com ele as festas populares, que tanto fazem as delícias dos emigrantes. É o Santo António, o São Pedro, o São João -- que é o santo padroeiro da minha aldeia - e outros santos não tão mainstream. Com estas festas vêm as sardinhadas, o belo do tinto, a "míne", a sande de "coirato", as discussões acesas pelas coisas mais triviais e o grande flagelo destas festas: a música pimba.

Aqui, na minha aldeia, já começaram as festas de São João e, para não variar, a porcaria das cornetas a tocar as cassetes de música pimba também. Eles é Nelo Monteiro, Quim Barreiros e outras abominações musicais. A música (ou será ruído?) mantém-se sempre dentro da onda pimba, mas com várias mudanças entre os seus sub-géneros (funk pimba, psy pimba, tech pimba e o smooth pimba). Até arrepia a alma. Felizmente é só durante o dia.

À noite vêm os bailes, com bandas que mal sabem tocar e com um ou uma vocalista que parece não ter cordas vocais. Estas bandas têm um padrão fabulosos: primeiro começam com a música pimba ainda mais horrível que a versão original e depois passam para os géneros mainstream, sempre tão mal tocadinhos, deus me livre...

E as habituais bebedeiras de caixão à cova. Andam todos a ver quem bebe mais para ganhar a tradicional camisola amarela. Este é dos pontos mais altos das festas populares; a camisola amarela!!

Estou a cortar nas festas populares, mas eu gosto. Ok, não gosto, mas gosto de ir beber umas imperiais e observar as andanças daquilo e das pessoas, com a sua roupa de domingo vestida. Anda tudo de papo ao ar a mostrar a roupa e com um sorriso de orelha a orelha na cara. É bonito de se ver, acreditem. Quase que dava um documentário.
Este ano, se poderem, vão a uma festa popular perto de vossa casa e observem. Acreditem que tão depressa não ficam deprimidos ou entram num espírito negativo, tal é a comédia que estas festas são.

Admito que, quando era mais novo, ia aos bailes. Sempre que ia, apanhava cada bebedeira... Agora ganhei juízo e amor aos ouvidos; só ouço música e embebedo-me em casa. lol

Ps: Não estou a dizer que toda a gente que gosta de festas populares é um bocado para o estranha, mas vocês sabem tão bem quanto eu que por lá habitam "criaturas" estranhas.
publicado por brunomiguel às 02:41 | link do post | comentar