Sócrates tem um sonho

Já se demonstrou, graças a um estudo feito pela Universidade de Coimbra, que a co-incineração de resíduos industriais perigosos (RIP) liberta partículas perigosas para a saúde. No entanto, o Governo ainda não desistiu da ideia e conseguiu reverter a providência cautelar apresentada pelas autarquias de Palmela, Sesimbra e Setúbal.

A paixão de Sócrates pela co-incineração já vem, se não estou em erro, do seu tempo como Ministro do Ambiente no governo de Guterres, corria o ano de 2002. É o seu sonho, parece. Martin Luther King queria igualdade, Sócrates quer co-incineração e não desiste de o perseguir. É de louvar a sua entrega à perseguição do seu sonho, só não o é o sonho.

Mais que o «interesse público» que o Governo defendeu para que a cimenteiras do Outão retoma-se a co-incineração, devia haver interesse público na saúde dos cidadãos. Mesmo não vivendo nas imediações, as pessoas continuam a ser alvo das partículas perigosas, já que elas viajam pelo ar (tipo o pólen).

publicado por brunomiguel às 22:01 | link do post | comentar