Um daqueles dias em que me arrependo de não fazer backups

Há pouco tive um daqueles momentos em que mais valia ter ficado quieto porque tinha evitado merda da grossa. Há dias assim...

Desde que removi o mono - e fiquei sem o Tomboy devido a isso -, o Kjots é a aplicação de apontamentos que uso: nela, tenho algumas notas menos importantes e outras com bastante importância. Eu curto o programa porque posso criar livros de notas e notas de forma fácil, tem um editor wysiwyg que dá um jeito do caraças quando é preciso destacar algum trecho de texto e permite a exportação das notas e livros para HTML. É pena que não permita a exportação para ODF, mas normalmente HTML é mais que suficiente.

Quando estava a acabar de escrever umas coisas numa das notas, decidi que ia atribuir uma cor desse livro. Agarro no rato e vou todo contente clicar com o botão direito em cima do livro. O problema é que, em vez de atribuir uma cor ao livro, acabei por removê-lo (é o problema de fazer as coisas à pressa). Como nunca tinha criado um cronjob para me fazer um backup diário das notas, fiquei sem os apontamentos mais importantes que tinha.

Estas situações são bastante lixadas. Estive a ver algumas ferramentas de recuperação de ficheiros incluídas nos repositórios do gNewSense mas não atinei com nenhuma. Então fiz uma pesquisa e encontrei um programa livre chamada TestDisk. Este programa é um pouco lento - talvez isso seja normal neste tipo de aplicações -, mas permite-me ter um bom controlo na recuperação dos ficheiros e é simples de utilizar.

O TestDisk já está a tentar fazer a recuperação de ficheiros à quase uma hora e estima que outra hora deverá faltar até ter passado a pente fino a minha home (este programa só permite a recuperação de ficheiros por partições e não por de pastas). Desde que começou já encontrou mais de 200 mil ficheiros, entre eles parte das notas que perdi; mas ainda faltam vários bocados dos apontamentos, que depois terei que juntar.

O pior não é o tempo de espera: é isto acabar e ele não conseguir recuperar tudo o que perdi. Se as notas não aparecem, vai ser uma chatice do caraças...