Os ideais, não a pessoa

Como não o conheço, logo não o venero, pois não consigo ter uma opinião sobre ele; e mesmo que conhecesse, dificilmente o veneraria. Mas admito que, tal como Don Tennant da Computer World, respeito e me revejo nos ideais de Richard Stallman, pelo menos no que toca à tecnologia, à cidadania e à protecção ambiental. Ao contrário de muito geek (sim, é em tom insultuoso, caso não tenham percebido), ele parece viver de acordo com os seus princípios.

publicado por brunomiguel às 01:05 | link do post | comentar