Parecer de Freitas do Amaral conhecido. Afiguram-se mais episódios tristes no futebol português

Como devem estar recordados, há umas duas ou três semanas atrás, a decisão do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) que ditava a descida do Boavista e suspensão de Pinto da Costa do cargo de presidente do Futebol Clube do Porto esteve envolta em muita polémica. Por causa de mais este triste episódio no Futebol Português, a FPF decidiu pedir um parecer a alguém fora da Federação.

A escolha da FPF recaiu sobre Freitas do Amaral, que quis ouvir os intervenientes na polémica antes de elaborar o seu parecer. Depois de ouvidas as partes, Freitas do Amaral elaborou o parecer e ontem entregou-o à FPF. Hoje, o seu conteúdo [pdf] foi divulgado na íntegra pela FPF e sabe-se que Freitas do Amaral considera as medidas tomadas contra o Boavista e FCP válidas e a decisão de Gonçalves Pereira em encerrar os trabalhos antes da apreciação dos recursos do Boavista e FCP inválida.

a decisão de encerramento tomada pelo presidente do CJ foi um acto nulo e de nenhum efeito


Para além de considerar válida a decisão de despromover o Boavista e suspender Pinto da Costa do cargo de presidente do FCP, Freitas do Amaral critica o presidente do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de Futebol, António Gonçalves Pereira, e sugere à Federação a realização de eleições intercalares para o Conselho de Justiça por considerar que este organismo não tem condições para continuar a exercer o seu papel.

Agora que o parecer de Freitas do Amaral é conhecido na íntegra, as reacções do FCP e Boavista não deverão tardar, assim como mais episódios tristes no futebol português - e quem sabe, até um bom atraso no início do campeonato.

via O Público

 

publicado por brunomiguel às 14:45 | link do post | comentar