E.T. descoberto por investigadores da Universidade de Coimbra

Um grupo de investigadores da Universidade de Coimbra (UC), numa iniciativa conjunta entre investigadores alemães e norte-americanos, descobriu o ET.

Este E.T. não é um extra-terrestre com um dedo luminoso para facilitar a inserção de sondas nos diversos buracos do vosso corpo. É uma nova classe de bactérias descoberta no Mar Vermelho, cujo nome científico é Haloplasma contractile.

Segundo um dos investigadores da UC, Milton Costa, estas bactérias possuem «morfologia estranhíssima, inédita, pois possuem tentáculos que dão origem às células descendentes».

O que quer que sejam células descendentes, o importante é a participação de investigadores da UC nesta descoberta. O resto é secundário.

{via O Público}