Imprevistos

Ontem, devido a um acontecimento imprevisto, fiquei sem tempo para ver sequer os emails. Só hoje, perto da meia-noite, é que finalmente consegui ver a minha correspondência electrónica e aprovar os comentários que tinha.

Os imprevistos têm destas coisas: sem contarmos, fodem-nos todo o tempo que temos e os planos que fizemos, e ainda nos pedem mais horas por dia que aquelas que um dia tem. O resultado é stress e uma dor de cabeça do caraças - algo que, ao fim de tanto tempo, ainda não me habituei muito bem.

Por causa disto, só quando vi os mails é que pude ver duas boas notícias que aguardava. A primeira, é sobre o mais recente colaborador do Programas Livres: Marcos Marado. A segunda, é a opção de limitar a velocidade de download de vídeos do youtube com o youtube-dl. A meu pedido, o criador deste script em Python que permite descarregar os vídeos do youtube para o desktop, adicionou essa opção - e assim já posso sacar os vídeos sem que isso me lixe a largura de banda toda. O software livre tem mesmo outra dinâmica: uma dinâmica muito melhor que a do software proprietário.

Outra "boa" notícia é a eliminação da selecção portuguesa do Euro 2008. Claro que lamento pela eliminação, mas não posso dizer que não estava à espera. Faltou a Portugal uma equipa; bons jogadores tinham, mas o jogo de equipa deixava a desejar. E isto só mostrou a qualidade Scolari e o seu tal de "mata mata" - coitado do Chelsea, que agora vai ter que gramar com ele.

A parte boa da eliminação é que, agora, os portugueses que se esqueceram que o mundo girava, por causa do euro, vão começar a aperceber-se a sério dos últimos acontecimentos, talvez até a por os pés na terra - o que já não era sem tempo - e a tomar consciência que os tais 11 de quem se despediram com um aparato enorme não eram o Dom Sebastião reencarnado e que a "salvação" está, afinal, nas suas próprias mãos.

Como diria o Eng. Sousa Veloso, no TV Rural: «Despeço-me com amizade até ao próximo post*.».

* post, porque isto é um blog e não um programa televisivo. logo, não teria grande lógica despedir-me até ao próximo programa, não é?

publicado por brunomiguel às 02:08 | link do post | comentar