Lógicas da batata doce (porque as coisas doces custam menos a engolir)

Vamos lá ver se eu ainda tenho na memória os conhecimentos de lógica que adquiri nas aulas de filosofia: se, como o Secretário Geral da ISO, o Sr. Alan Brydon, diz, devemos ter apenas um único standard para documentos de texto, porque raio foi aprovado o MScOcOXML, quando já existia o ODF?
Se já existe um, logo não deviam existir dois - isto, seguindo o raciocínio do Sr. Alan Brydon. Então porque raio se andou a perder tempo e dinheiro a tentar aprovar à pressa uma especificação que nem permite o cálculo correcto de datas ou transacções financeiras?
Esta lógica da batata deixa-me tonto de tal maneira que, se eu ficasse mais confuso, ficava com umas mamas iguais às da floribela (boas mamas que ela tem, diga-se) e andava até ao fim dos meus dias a falar das "crianxinhax".

Como desconfiado por natureza que sou, não me admiraria que este fosse o mote dado para tentar forçar o uso do MScOcOXML em detrimento do ODF. Espero que seja mesmo só paranóia minha.
Claro que, se os protestos apresentados pelos quatro comités forem tidos em conta, é a morte do formato da Microsoft, que ninguém sabe bem se é livre e se está sujeito a patentes.

via Bitate e The Inquirer

publicado por brunomiguel às 19:55 | link do post | comentar