Consumo de cannabis pode potenciar desenvolvimento de psicose

Um estudo realizado na Finlândia sobre efeitos do consumo de cannabis nos jovens mostra que há um risco grande de desenvolver algum tipo de psicose. Isto deita por terra as minhas convicções acerca deste “complemento de relaxamento”.

 

Aquele que é, até à data, o maior estudo do género, revelou que os jovens que consomem cannabis durante a adolescência têm mais probabilidades de desenvolver uma esquizofrenia do que se iniciassem o consumo desta droga já na vida adulta.

Entre os sintomas descritos pelos mais de seis mil participantes no estudo, com idades compreendidas entre os 15 e os 16, que indicam risco de desenvolvimento de uma psicose, estão a dificuldade em controlar os pensamentos e a sensação de que estão a ser perseguidos.

O risco de desenvolver doenças do forro psicológico devido ao consumo de cannabis é ainda maior se o consumo tiver alguma frequência, seja durante a adolescência ou já na vida adulta.

O estudo também revela algo curioso: há um maior consumo de cannabis por parte das raparigas.

A frequência dos sintomas, de acordo com o responsável pela investigação, Dr Jouko Miettunen, é muito maior que o número de desenvolvimento de algum tipo de psicose. Ainda assim, é motivo de preocupação.

 

Bem, afinal eu não estava a ser seguido por uma agência governamental secreta com ligações a extra-terrestres e ao governo americano: era só o efeito do consumo bastante abusivo de cannabis durante a adolescência. Ou talvez este estudo tenha sido feito só para me tentar tapar os olhos.

Eu sei bem que eles “andem aí”.

 

via Dailymail.co.uk

publicado por brunomiguel às 15:54 | link do post | comentar