Como correr o gnome-settings-daemon fora do Gnome sem problemas

O gNewSense 2.0 e possivelmente o Ubuntu 8.04, já que o primeiro é baseado no segundo, tem um bug extremamente irritante: quando se tenta correr o gnome-settings-daemon num gestor de janelas como o E17, para dar às aplicações GTK o aspecto que elas têm no Gnome, este não se consegue ligar ao dbus, dá erro e é terminado.

Para tentar resolver isto, instalei umas quantas bibliotecas e aplicações relacionadas com o dbus. Não resolveu nada e continuei com as aplicações GTK parecidas com o Windows 95, enquanto usava o E17. Depois instalei o Fluxbox, porque pensei que seria stress do E17, mas deu o mesmo erro.

Como nada do que tinha tentado tinha resultado, resolvi jogar duro como o Chuck Norris e fiz uma pesquisa no Google (sou bué da mau, não sou). Deparei-me com várias possíveis soluções, algumas delas óbvias, como reiniciar o dbus, editar dois ficheiros e adicionar umas linhas de texto ou remover um ficheiro qualquer localizado em ~/.gnome2. Mas a única que resultou - só experimentei outra antes desta - foi correr o gnome-settings-daemon pelo dbus-launch: dbus-launch gnome-settings-daemon.

gnome gnome-settings-daemon e17 screenshot

Na mesma thread em que encontrei esta solução, um pouco mais à frente, é apresentada uma forma de corrigir o problema de vez, para que sempre que se entre num gestor de janelas e se queira correr o gnome-settings-daemon, não seja necessário executá-lo pelo dbus-launch. Mas não a experimentei, por isso não sei se funcionará.

Esta solução "miraculosa" foi encontrada numa lista do Freedesktop.org e data de Janeiro de 2006. Estranho como alguns problemas parecem intemporais, apesar da sua solução ser conhecida. Já parece aquele problema do sistema de ficheiros da OpenBSD, que só ao fim de 25 anos foi corrigido.

 

nota: clica na imagem para a veres em tamanho real

publicado por brunomiguel às 10:24 | link do post | comentar