A conta-gotas, lá vão admitindo a passagem de voos de e para Guantanamo em Portugal

«Tão ladrão é aquele que rouba como aquele que fica à porta»

 

O deputado do PCP, José Machado, em declarações à TSF, acusou o actual executivo de cumplicidade na passagem dos voos da CIA de e para o centro de tortura de Guantanamo, local para onde vários prisioneiros de guerra foram levados ilegalmente para serem sujeitos a tratamentos desumanos.
De acordo com o deputado do PCP, em declarações à Agência Lusa, «Portugal continua a ser conivente, por acção ou por omissão, não obstante a denúncia pública e o escândalo».
As declarações de José Machado surgem depois do governo ter confirmado a passagem, em Portugal, de 56 voos da CIA que iam para ou vinham de Guantánamo.
Esta confirmação foi feita pelo Ministério dos Transportes, num relatório enviado à Assembleia da República, onde são mencionados os 56 voos efectuados pela agência americana que tiveram escala em Portugal entre Julho de 2005 e Dezembro de 2007. No mesmo documento, este Ministério afirma que não ter fiscalizado estes voos por se tratarem de voos militares.

 

Que governo participa, mesmo que indirectamente, nestes actos deploráveis? Deixámos de dar valor aos direitos humanos e começámos a ajudar a cometer actos bárbaros e criminosos?

 

via TSF e O Público

publicado por brunomiguel às 14:00 | link do post | comentar