Os verdadeiros terroristas têm uma máquina fotográfica

Esqueçam lá os terroristas com cintos de bombas e turbantes. Os grandes terroristas são os fotógrafos, que podem cometer o mais horrível crime contra a humanidade: dar um aspecto menos agradável a uma pessoa ou local numa fotografia. Não admira que, nos Estados Unidos, eles não possam tirar fotografias em nenhum local público sem que lhes apareçam agentes do FBI à porta ou sejam obrigados a falar com um um polícia no local.
Cambada de sacanas, corja! Aposto que vocês foram culpados pelo 9/11. Não foram os árabes que desviaram os aviões; foram vocês, com as vossas lentes, que cegaram propositadamente os pilotos, que acabaram por bater com os aviões nas torres gémeas. Assassinos!

Ok, fora de brincadeiras. Parece que já não se podem tirar fotos em locais públicos nos Estados Unidos. O medo está de tal forma incutido, que uma pessoa que está apenas a tirar uma fotografia num local por onde passou é logo rotulada de terrorista e tem a polícia à perna.
Este país está a degradar-se a bom ritmo. Pelo andar da coisa, se o candidato republicano for eleito nas próximas eleições ou se o Bush conseguir instaurar totalmente o regime ditatorial, a "morte" deste país vai ser rápida.

 

Alguns destes relatos, como este e este, podem ser lidos no BoingBoing.net.

publicado por brunomiguel às 23:44 | link do post | comentar