MSOOXML: mudança de voto em Inglaterra acaba em tribunal

O UK Unix & Open Systems User Group (UKUUG) apresentou uma queixa em tribunal contra o British Standards Institution (BSI), por este ter alterado o seu voto de "não" para "sim" durante o processo de votação do MSOOXML. De acordo com o UKUUG, existem muitos problemas com o MSOOXML que não foram resolvidos, como a questão das patentes. O UKUUG afirma também que, ao contrário do que o BSI disse, a decisão de aprovar o MSOOXML não foi unânime e que a equipa técnica que realizou a análise à especificação não recomendava a aprovação do formato da Microsoft.
Os acusantes não acreditam que este processo judicial seja suficiente para reverter a decisão da ISO, mas apelam às equipas técnicas dos países em que ocorreram situações semelhantes que também exijam respostas, porque talvez assim seja possível reverter a aprovação do formato da Microsoft - que parecer ter um problema com a matemática e com as datas.

Uma outra forma de reverter a aprovação é apresentar, dentro do prazo dado de dois meses, um apelo junto da ISO. Mas este tem que ser apresentado por uma ou mais comissões técnicas nacionais, algo que ainda não aconteceu.

Fonte: ZDNet, via blog do José Rocha
publicado por brunomiguel às 14:52 | link do post | comentar