A língua "portugrunhesa"

axas isto dar nas noticias para quê n xama atençao .nao da espetadoures .
agora dizer como foi quando encerrarao o btuga isso sim .e granda aprençao 3 sites encerados e forao apriendidos nao sei quantos compotadores topo de gama isto e que da noticia e triste mas e a verdade .


O último comentário feito no Webtuga, no artigo sobre uma universidade holandesa que está a utilizar o protocolo bittorrent para distribuir actualizações entre 6500 computadores, transcrito no início deste post, tem uma variante da língua portuguesa a que chamei carinhosamente de “portugrunhês”.

O "portugrunhês" é caracterizado por diversas formas de atentado à língua portuguesa, como o acrescentar ou remoção de letras às palavras, fusão de duas palavras diferentes numa só (por exemplo, oubisto, que é uma mistura de ouvido - de ouvir - e visto - de ver) e uso exagerado do x (característica importada do "pitês").

Com uma escrita desta, não é de admirar quando se vê “portugrunhês” nos sites de algumas empresas, como recentemente se viu no site português da Apple; ou em ofícios, memorandos e outros documentos. Eu não me admiraria se, um dia destes, os documentos do Estado começassem a aparecer com "portugrunhês" lá pelo meio.

Eu não posso deixar de perguntar o que raio é que se anda a ensinar na disciplina de português. A sério, que raio é que está a ser leccionado? Isto é alguma vingança macabra dos professores, por causa da reforma que este governo quer fazer na educação? Ou os alunos andam é a ver demasiados Morangos com Açúcar?

Já de agora, se alguém me conseguir traduzir o comentário deste jovem (presumo que seja um jovem, por causa do "pitês" utilizado), eu agradeço. Gostava de lhe responder, mas sem saber o que ele escreveu, é-me difícil fazê-lo.
tags:
publicado por brunomiguel às 21:36 | link do post | comentar