Já não se fazem spammers como antigamente: desabafo de um "spammado"

spam spammer chinês mandarim emailEste não vai ser um post a louvar ou atacar os spammers, nem sobre o que é spam ou quais as razões que levam alguém a abrir este tipo de mails. Isto é apenas um desabafo de alguém desiludido com um dos seus spammers.

Estou desapontado com os spammers que me enviam... bem, spam (é isto que um spammer faz, enviar spam, não é?!). Um deles decidiu que deveria enviar mails em mandarim e estragou a nossa relação spammer - spammado. As coisas nunca mais vão ser as mesmas entre nós; isto é algo que dificilmente esquecerei.

Para que haja uma boa comunicação, que se traduz numa relação saudável, entre o spammer e quem recebe o spam, convém utilizar uma língua comum aos dois. Eu falo inglês, português e ainda dou uns toques de francês e espanhol. Mas mandarim não! Tu, de certeza, que falas uma das quatro línguas que domino (mais ou menos bem dominadas, isso não interessa).

Caro spammer, por favor não me envies mails com símbolos estranhos que parecem casas ou garfos com dentes a mais. Envia-me mails sobre viagra e xanax numa das línguas que conheço e falo, mencionadas no parágrafo anterior. Se não o fizeres, torna-se difícil comunicar contigo e, em vez de te comprar esse dispositivo para aumentar o tamanho do pénis ou as caixas de Xanax, compro a outro spammer, um que fale as mesmas línguas que eu.
tags:
publicado por brunomiguel às 15:20 | link do post | comentar