Nós prometemos ser bonzinhos

A última da Microsoft para tentar passar o OOXML é: Vá, se o aprovarem, nós prometemos não processar ninguém, mesmo os que licenciam software em GPL.

Esta é a interpretação que faço do artigo do Betanews.com sobre uma clarificação feita pela Microsoft sobre as especificações do OOXML. Dizem eles (Microsoft) que o OOXML está sob algo chamado "Covenant Not to Sue" - uma promessa que é uma espécie de licença.

Quando a esmola é grande, o pobre desconfia. Não duvido muito que eles disponibilizem as especificações livremente, mas também não duvido que depois (daqui a um mês, um ano...) vão atrás dos criadores de software livre que implementarem o formato.
publicado por brunomiguel às 17:10 | link do post | comentar