O Dia dos Sozinhos

Em vez do Dia dos Namorados, acho que deviamos festejar o Dia dos Sozinhos. Não vejo nenhuma razão para os casalinhos de pombinhos (espero que apanhem a gripe das aves, seus ratos com asas) terem um dia deles. Já não basta andarem o ano inteiro a esfregar-nos na cara, pobres solteiros e abandonados, que têm alguém, como se fossem melhores que nós?!

Ao menos, nós os sozinhos, podemos dizer que ninguém nos mete os cornos. Ah pois é! E não é por isso que deixamos de ter relações sexuais. Nem sequer gastamos dinheiros em presentes, que parecem ser obrigatórios no Dia de São Valentim.

Por falar em presentes, qual o porquê desta tradição de oferecer presentes à cara metade da altura neste dia? Tem que haver um dia próprio para isso? Ninguém consegue ser espontâneo? O meu irmão tem parte da resposta a esta pergunta, numa crítica ao consumismo que marca esta data.

Amanhã, em vez de festejarem o Dia dos Namorados, festejem o Dia dos Sozinhos e mostrem aos casais vossos amigos o dinheiro que pouparam.
publicado por brunomiguel às 18:14 | link do post | comentar