Verizon processada por violação da GPL2

O Software Freedom Law Center (SFLC) tem estado ocupado com os criadores do BusyBox, o conjunto de pequenas aplicações usadas em vários dispositivos móveis com Linux.

Depois dos anteriores dois processos por violação da GNU General Public License 2, licença que rege o BusyBox, o SFLC apresentou um terceiro processo, em nome dos criadores do BusyBox, contra a Verizon Communications por desrespeito da GPL2 no seu serviço FiOS.

O FiOS é um serviço da Verizon que possibilita o acesso, através de fibra óptica, à Internet e à vários canais televisivos.

Este alegado desrespeito da Verizon pela GPL2 prende-se com o facto da empresa distribuir, com o seu serviço FiOS, o router wireless Actiontec MI424WR, router esse que usa o BusyBox, e não disponibilizar o código fonte deste conjunto de aplicações.

Este processo foi apresentado num tribunal de New York, depois do SFLC ter contactado a Verizon e não ter obtido uma resposta por parte desta empresa.

Mais informações no site oficial do Software Freedom Law Center.
publicado por brunomiguel às 18:16 | link do post | comentar