O outro filho de deus

Há quem diga deus tinha outro filho e que esse filho era o diabo. Mas isso é completamente falso e eu vou prová-lo (pelo menos a parte do diabo ser filho de deus). A verdade é que o diabo é o irmão de deus que desistiu dos estudos depois do nono ano, deixando para trás um futuro brilhante como criador da humanidade, para ir trabalhar para a construção civil como servente de pedreiro.

Foi precisamente na construção civil que o diabo se tornou no que é hoje. A sua cor foi influenciada pelo vinho tinto, a bebida preferida do pessoal das obras, e pelo Benfica, clube que reune mais adeptos neste sector de trabalho. Os cornos apareceram, não por ter marrado com eles no chão depois de cair de um andaime, mas porque ser servente de pedreiro é lixado e ele ficou tão fulo que lhe apareceram os enfeites na testa (e também por causa de uma queda do alto de um andaime, mas isso foi depois).

Depois de se despedir do trabalho de servente, o diabo foi ter com deus e viu que o gajo tinha criado o universo sem ele. Ao ver isso, o diabo ficou tão lixado que ganhou uma cauda pontiaguda e disse a deus, que se tinha casado à pouco tempo: um dos teus filhos vai ser um bêbedo do caraças!

E assim foi. O filho de deus de que ninguém fala, Wesley, foi para uma fraternidade, onde aprendeu a bela arte do alcoolismo e das quecas com estudantes menos bonitas, mas que parecem bonitas por culpa das bebedeiras que se apanham.

É esta a história verídica de deus, do diabo e do filho de deus que toda a gente tenta esconder, inspirada pelo vídeo localizado mesmo abaixo deste texto.

publicado por brunomiguel às 16:00 | link do post | comentar