Sistemas operativos na próxima década - previsões

Este é mais um post inserido na iniciativa do PlanetGeek, Tema do Mês. O tema deste mês é “Sistemas operativos na próxima década - previsões”. é um assunto com muito pano para mangas, por isso vou evitar entrar em grandes divagações.

Na próxima década, vamos ver as duas grandes empresas de sistemas operativos proprietários – Microsoft e Apple - a passar por algumas dificuldades financeiras e, quem sabe, se não as veremos ser compradas por um qualquer motor de busca ou rede social. Esta realidade parece-me mais próxima para a Apple, que para a Microsoft.

As razões para esta minha previsão “à lá” Vilar de Perdizes são simples. A Apple é e irá continuar a ser elitista, e também é uma marca cada vez mais associada a gadgets e não a sistemas operativos. A Microsoft irá continuar a não ouvir os utilizadores e isso vai-lhe custar muito caro. Daqui a cinco meses a Microsoft vai tirar o suporte ao XP, como anunciou, mas voltará a activá-lo uns meses depois, por fruto da pressão dos utilizadores, os mesmo utilizadores que depois se fartarão de estar mais de 5 anos com o mesmo sistema operativo.

O software livre, por seu lado, vai crescer muito na próxima década. Não existe tanta pressão como no software proprietário e quem o cria, fá-lo por amor à camisola. Tenho a sensação que haverá um pequeno período de declínio, seguido dum boom causado por uma distribuição nova, que fará com que o software livre chegue a passar os 20% do total de utilizadores mundiais.

A SUN deverá conseguir uma pequena fatia de mercado durante os próximos 10 anos, com as versões comunitárias do Solaris. Infelizmente para eles, não me parece que consiga ter grande impacto no desktop, embora nos servidores possa vir a ter algum.

Estas minhas pequenas premonições são baseadas no presente e passado recente dos sistemas operativos. Enquanto uns parecem estar a estagnar no seu crescimento, outros ainda agora estão a crescer (pelo menos no mercado do desktop). Mas isto são tendências, e as tendências têm o hábito de se inverter.
publicado por brunomiguel às 02:49 | link do post | comentar