O que esperar do GNOME 2.20

O lançamento do meu gestor de desktop favorito está a três dias de distância. Dia 19 de Setembro é a data programada para o lançamento do GNOME 2.20 e as novidades são bastantes.
Em termos gerais, o GNOME vem com novas funcionalidades no Evolution e Epiphany, melhoramento na navegação das imagens, configuração de sistema simplificada, gestão de energia optimizada, novo GTK+ Toolkit e site de documentação.
Em termos específicos, as novidades são bastantes, deste melhoramentos a novas funcionalidades. Para evitar escrever um texto enorme, vou enumerar algumas.

Evolution:
  • O Evolution avisa o utilizador, com base no texto do email, da possível falta de anexo
  • Sempre que o Evolution recebe um email, um ícone aparece na applet de notificação
  • Possibilidade de criar e restaurar backups
  • O calendário tem uma opção para ver os eventos para os próximos 7 dias
  • É possível escolher entre os filtros anti-spam SpamAssassin e BogoFilter


Epiphany:
  • Quando se utilizam as teclas direccionais para escolher um endereço na barra de endereços (que tanto pode fazer parte do histórico, como dos favoritos), este aparece imediatamente na barra
  • Foi incluída uma opção para "smooth scrolling"


Eye of GNOME:
  • Foi incluído suporte para metadados
  • Mais rápido e estável
  • Inclusão do menú "Abrir com", para permitir a abertura de uma imagem com outro programa - por exemplo, o GIMP
  • Quando se usa a funcionalidade "Abrir com" para, por exemplo, abrir a imagem num editor, esta é actualizada automaticamente quando gravada no programa externo.


Evince:
  • Suporte para forms interactivas nos PDF e Postscript
  • Render mais rápido
  • Gravação de imagens de um documento PDF


Totem:
  • Sugestão de instalação de codecs multimédia proprietários, como já acontece no Ubuntu
  • Possibilidade de ver, em fullscreen, um vídeo embebido num site


Nautilus:
  • O diálogo de escolha de ficheiros suporta pesquisas e documentos recentemente acedidos
  • Gráfico com a informação do espaço livre e ocupado nas opções de uma drive


File-roller:
  • Possibilidade de aceder a arquivos em servidores remotos, através do gnome-vfs
  • Possibilidade de arrastar conteúdos entre arquivos e usar as funções copiar/colar.


Painel:
  • A applet "Lista de Janelas" já não altera o tamanho dos botões quando a largura de um botão é alterada
  • A applet "Selector de Janelas" agora organiza o seu conteúdo por área de trabalho


Control Panel:
  • Os painéis de controlo foram reorganizados, por forma a diminuir a sua quantidade e melhorar a sua disposição
  • O painel de personalização gráfica do GNOME agora integra as opções de escolha de tema, tipo de letra, imagem de fundo e applets
  • As opções de acessibilidade foram movidas para o painel "Aplicações Preferidas"


Gestão de Energia:
  • Gravação de perfis das baterias


Ecrã de Login:
  • É possível escolher a língua do ecrã de login


Línguas:
  • Suporte para línguas escritas da direita para a esquerda: Árabe, Hebreu, etc

Os pequenos detalhes, como a reorganização dos painéis de controlo, as novas funcionalidades do file-roller e o melhoramento da applet "Lista de Janelas" fazem-me estar ainda mais ansioso por instalar o GNOME 2.20 do que para experimentar o KDE 4. Mas há uma coisa que não me agradou muito: o tema usado nos screenshots das notas sobre esta nova versão. Não gostei daquele gradiente na barra de menus dos programas.
Espero que o GNOME 2.20 já esteja disponível, no dia 20 de Setembro, nos repositórios Unstable do Debian. Mais info sobre o GNOME 2.20 no site oficial do projecto.

tags:
publicado por brunomiguel às 16:34 | link do post | comentar