Charlie e a fábrica de DVDs pirata

arghIsto quase que podia ser uma história tipo "Charlie e a fábrica de chocolate", mas só porque envolve uma fábrica. Nesta fábrica, localizada algures na Holanda, não se fazia chocolates Wonka, criavam-se cópias ilegais de filmes e músicas - até 900 cópias por hora.
Esta fábrica, em tempos, tinha sido uma empresa dedicada à actividade legal de produção de DVDs, mas, quando foi à falência, entrou no mundo das cópias ilegais. Estas cópias ilegais de DVDs perfazem, de acordo com o BREIN (grupo anti-pirataria holandês) um total de 10% de toda a pirataria na Holanda.
Os DVDs copiados nesta fábrica não eram vendidos em lojas como produtos legais, eram vendidos na rua, feiras, escolas e outros locais onde os "comerciantes" podesse fugir, caso aparecesse a polícia.

{Fonte: ArsTechnica}
publicado por brunomiguel às 18:49 | link do post | comentar