O milagre do Spam

Qualquer um pode “blogar” sobre iphones, linuxes, vistas e até sobre o número de gajas que engana na Internet. Mas geek que é geek, para além dos tema que referi anteriormente, também escreve sobre o Spam que recebe na sua caixa de correio.
O Spam já não é apenas uma marca e uma chatice para os utilizadores. É também uma musa - uma Calíope, uma Erato ou uma Hespérides. Picasso teria criado melhores obras se tivesse escrito um post sobre emails com publicidade não solicitada. Da Vinci teria inventado o vaivém espacial se, no seu tempo, tivesse escrito sobre Spam.
Este tipo de emails oferece uma nova, melhor e mais geek visão do mundo; oferece iluminação espiritual e uma epifania a que os lê; é como o fruto proibido, só que este leva-nos ao paraíso.
A minha vida não teria sido a mesma se não tenho recebido emails sobre a venda online de viagra, office 2007 a preços únicos, distribuições de GNU/Linux (disponíveis gratuitamente nos respectivos sites) ao preço da chuva, prémios de lotaria em que não joguei e até heranças de familiares ingleses que não conheço. Eu devo ao Spam a minha vida!
Um olhar mais atento às religiões mostra que Hórus, Zeus, Amon-Ra, Shiva, Apolo, Oxum, Thor, Loki, Oxalá, Vishnu, todos eles foram Spam. Todos foram líderes, inspiradores, milagrosos, perfeitos.
Não sou só eu que tenho uma dívida de gratidão para com o spam, mas toda a população mundial (e espacial também). Criemos o Dia Nacional do Spam e celebremos este verdadeiro milagre que apareceu nas nossas vidas. Obrigado Spam!

Disclaimer: Este texto foi redigido com uma caneca BIC de tinta azul numa folha de papel B5 e depois transcrito para o OpenOffice Writer.
tags:
publicado por brunomiguel às 13:39 | link do post | comentar