PT_EN

Primeiro que tudo, o disclaimer:
Vocês, com certeza, sabem que estou agregado ao PlanetGeek, e devem saber também que existe uma rivalidade (até certo ponto) saudável entre o PlanetGeek e o Prt.Sc – não vamos ser hipócritas e negar isso. Por isso quero deixar bem claro que este post não é nenhum ataque ao Prt.Sc, nem a ninguém em particular; é apenas a minha opinião, inserida na iniciativa “Tema do mês” do PlanetGeek, acerca dos blogs portugueses escritos em inglês.
texto
Agora o post:
Como não sei por onde começar, por forma a que este post não ataque ninguém em particular, vou divagar um pouco sobre as possíveis razões que levam os portugueses a manter blogs em inglês.
Porque é que há tantos bloggers portugueses a escrever em inglês? Será que a maioria deles tem necessidade disso? Não me parece!
Há muitas razões que podem contribuir para a escrita noutra língua. Uma delas é tentar passar a imagem de blogger conhecido, tanto em Portugal como no resto do mundo; uma referência na internet. Esta possibilidade, de todas as que me ocorrem (e que estão a seguir a esta), é a que mais me parece ter força. E a razão para isso é: os portugueses gostam de teatralidades e de se dizerem ricos, conhecidos, melhores que os outros, em vez de perseguirem esse objectivo.
Outra possível razão é o uso do inglês como desculpa para poder encher o blog com publicidade, tentando ganhar uns trocos. Esta não me parece tão coerente como a primeira, porque a publicidade tanto se mete num blog em português, como num blog em inglês (embora o inglês me pareça melhor para publicidade que o português).
Também pode ser pelo simples facto dos conhecimentos da língua nativa não serem os melhores, tendo que adoptar uma outra língua (mais universal, de preferência) para escrever com menos erros. Tenho algumas dúvidas em relação a esta hipótese; o inglês é uma disciplina pouco amada e origem de muitas más notas e isso nota-se nalguns blogs, que têm um inglês pobre.
Bem, às duas por três, por ser apenas para treinar os conhecimentos de inglês. Esta não passa de puro devaneio, porque não me parece que haja alguém que escreve em inglês por esta razão.
Depois temos os blogs de portugueses em inglês que criticamos se formos apenas movidos apenas por motivos fúteis. Um exemplo desses é o Mário Lopes, penso que ainda a residir nos Estados Unidos da América, que tem um blog em inglês e outro em português (infelizmente é actualizado com pouca frequência). Como ele tem a vida dele nos EUA, é natural que mantenha um blog em inglês.
Cada caso é um caso e cada blogger poderá ter razões diferentes para escrever em inglês. Alguns podem ser movidos por uma ou mais possíveis razões que apresentei, outros por motivos que não me lembrei. Existem, com certeza, mais factores que podem contribuir para este (na minha opinião) mau hábito de escrever em inglês, mas só consigo conjecturar estes. E vocês, têm alguma opinião sobre este assunto?

ps: sim, leio alguns blogs de portugueses escritos em inglês – o Mind Booster Noori é um deles
tags:
publicado por brunomiguel às 09:00 | link do post | comentar