Água benta não entra nos aviões

aleluia_boas_festas
À uns dias atrás, o Vaticano anunciou a criação de linhas de voo para locais sagrados do cristianismo, ao fazer um acordo com uma companhia aérea "low-cost". Um destes voos foi de Roma para Lourdes, em França; 128 passageiros embarcaram neste voo, possivelmente à procura de iluminação espiritual ou apenas para passar as férias.
À vinda para Roma, as autoridades francesas apreenderam a água benta recolhida pelos peregrinos. Ninguém podia entrar com garrafas com mais de 100 ml de uma substância líquida no avião, a não ser que fizesse o check-in das garrafas.
Há aqui uma coisa que me faz confusão. Supostamente é proibido adorar estátuas e cenas assim no cristianismo, mas as garrafas que os peregrinos adquiriram tinham a forma de uma santa e as igrejas estão cheias de estátuas. É o direito ao contraditório?
Continuando. Isto não agradou aos peregrinos, que reclamaram junto das autoridades presentes, mas felizmente as regras anti-terrorismo também se aplicam a eles.
Agora a pergunta. Quando for criada uma linha de voo para Fátima, será que as autoridades portuguesas vão aplicar estas regras ou vão fazer vista grossa?

{Fonte: Telegraph.co.uk, via Boing Boing}
publicado por brunomiguel às 01:11 | link do post