OOXML - standard ou não standard?

Faltam apenas 3 dias para sabermos se o OOXML passa a standard ISO ou não. Nesse dia, 2 de Setembro, a comissão de avaliação irá contar os votos e, caso haja votos suficientes, aprovará ou não este formato. Se o número de votos para aprovar ou rejeitar não for suficiente, a comissão irá reunir-se de 19 a 25 de Fevereiro para decidir sobre a eventual aprovação ou não deste formato.
Ao longo da votação das comissões de cada país, têm sido lidos e ouvidos relatos de votações alegadamente adulteradas. Um exemplo muito falado é o nosso país, onde foi proibida a entrada a várias empresas por alegada falta de cadeiras, entrando, de seguida, várias empresas parceiras da Microsoft - todas elas votaram sim. Outro alegado caso ocorreu na Suécia, onde 23 empresas - todas elas parceiras da Microsoft - aparecerem à ultima da hora na votação e tiveram direito de voto. Como é óbvio, todas votaram a favor do OOXML . Outros países, como o Brasil, China, Itália e África do Sul, votaram não ao formato.
Muito se tem debatido sobre este formato. Muitas vozes dizem que ele é aberto só de nome e que tem muitos erros, alguns bastante graves. Outras vozes dizem que a submissão deste formato é um ataque à filosofia open-source , por forma a deturpá-la e acabar com ela. Não sei se isto é verdade ou não, mas vindo da empresa que vem, se eu estivesse no lugar da ISO , analisava muito bem o formato; mas mesmo muito bem. E aproveitava e revia o sistema de votação e as alegadas deturpações dos votos.
Termino com uma questão. Será mesmo necessário mais um standard?
publicado por brunomiguel às 18:25 | link do post | comentar