Free Software Foundation afirma que a Microsoft não está livre da GPL3

Pouco tempo depois do lançamento oficial da GPL3 , a Microsoft disse que não tinha nada a ver com esta licença. Mas a Free Software Foundation , num comunicado divulgado ontem, diz que as coisas não são bem assim.
No comunicado, a FSF Free Software Foundation ) afirma que, ao distribuir ou pagar a outro para distribuir em seu nome software sob licenciado com a GNU General Public License 3 (por exemplo, os cupões que compraram à Novell para distribuir o SLED 10, sem data de termino definida), a Microsoft terá que respeitar a licença e não poderá processar ninguém por violação de patentes.
If Microsoft distributes our works licensed under GPLv3 , or pays others to distribute them on its behalf , it is bound to do so under the terms of that license .  It may not do so under any other terms ; it cannot declare itself exempt from the requirements of GPLv3 .
Durante o comunicado, são feitas fortes críticas à Microsoft e às suas alegadas - e já dadas como provadas pela UE - práticas monopolistas e anticompetitivas e acusa ainda a empresa de tentar destruir o software livre.
A Free Software Foundation termina o comunicado com uma promessa: defender das acusações de violação de propriedade intelectual todos aqueles que licenciaram o seu software sob a GPL3 .
We will ensure--and, to the extent of our resources, assist other GPLv3 licensors in ensuring- that Microsoft respects our copyrights and complies with our licenses.