Sábado, 15.11.08

As cinco aplicações que já não dispenso

Vou aproveitar o post do António Lima sobre as cinco aplicações que ele não dispensa e vou deixar aqui a minha lista.

Icecat
Quase sempre, este browser é a primeira aplicação que abro sempre que inicio sessão, seja em que ambiente gráfico for.

Kontact
O Kontact segue o Firefox no meu ritual de inicio de sessão. A integração do Kmail, Akregator, KOrganizer e KAddressBook é já indispensável.

Gedit
Este editor de texto é das aplicações que mais uso. É extremamente raro eu passar um dia sem o executar pelo menos uma vez.

Totem
Tal como o Gedit, também é extremamente raro eu passar um dia sem usar o Totem. É com esta aplicação que vejo os vídeos e ouço algumas músicas.

Rhythmbox
Raro é o dia em que não ouço música. O Rhythmbox foi, durante muito tempo, o meu leitor e gestor de músicas preferido, mas agora anda a ser (ainda não sei se temporáriamente, se definitivamente) substituido pelo Amarok.

publicado por brunomiguel às 02:03 | link do post | comentar | ver comentários (11)
Quarta-feira, 22.10.08

Soft word wrap no Emacs

Normalmente o Emacs faz um wrap às palavras, isto é, quando uma palavra não cabe na linha, ele divide-a e passa o "excesso" para a linha seguinte. Em vez disto, é possível obrigar o Emacs a fazer um hard wrap às palavras, ou seja, quando uma palavra chega ao limite da janela ele insere-a na linha seguinte. Mas esta solução tem um problema: quando a palavra passa para a linha seguinte, por não caber na linha em que estão a escrever, é criado um novo parágrafo. Se o documento for aberto sempre no Emacs, tudo parece estar bem; contúdo, se o abrirem noutro editor de texto verão que existem parágrafos onde não devia.

A esmagadora maioria das vezes utilizo o Gedit em vez do Emacs - e, muitas vezes, dou por mim a usar as teclas de atalho do Emacs no Gedit. Mas há alturas em que me apetece usar o famoso editor de texto criado por Richard Stallman. Quando tenho que copiar o texto escrito no Emacs para o blog ou outro local, tenho que reformatar o texto. Isto evita-se com um pequeno script em lisp chamado longlines.el. As instruções e link de download estão no Penguin Pete's Blog.

Para quem programa, este script pode não ter grande utilidade, se é que tem. Mas para quem bate texto, é quase uma questão de vida ou morte. A produtividade aumenta significativamente com o longlines.el, porque não se perde tempo a reformatar o texto fora do Emacs.

publicado por brunomiguel às 18:45 | link do post | comentar
Segunda-feira, 29.09.08

As minhas ferramentas para o dia-a-dia

O conhecido blog Lifehacker pergundou aos seus leitores quais as melhores ferramentas para uma série de tarefas, desde backups a organização de imagens. Seis meses após ter iniciado o inquérito, os vencedores das 26 categorias foram apresentados.

O Augusto Campos, no Efectividade.net, apresentou as suas escolhas para cada uma das categorias e, no final do texto, desafia os leitores a apresentar as suas opções. Eu respondo ao desafio e deixo aqui as ferramentas que uso para cada uma destas categorias.

  1. Organizador de fotos digitais: Gwenview e Nautilus
  2. Cliente de mensagens instantâneas: Pidgin
  3. Ferramenta GTD: Kontact
  4. Backup de DVD: Não uso
  5. Gestor de contactos: KAddressBook
  6. Editor de textos: Gedit
  7. Sistema de partilha de ficheiros on-line: Não uso
  8. Leitor RSS: Liferea
  9. Iniciador de aplicações: Utilitário de execução de aplicações do Gnome [Alt+F2]
  10. Página inicial: about:blank
  11. Antivírus: Não uso
  12. Site de partilha de fotos: 23hq.com e fotos.sapo.pt
  13. Gestor de finanças pessoais: Não uso
  14. Media player: VLC e Totem em igual medida
  15. Manutenção do Windows: Remoção do Windows e instalação de uma distro do GNU/Linux
  16. Ferramenta de backup: Tar
  17. Ferramenta de sincronização de arquivos: Não uso
  18. Gestor de arquivos: Nautilus
  19. Ferramenta de anotações: KJots
  20. Gestor de lista de pendências: KOrganizer
  21. Ferramenta de busca no desktop: find
  22. Melhor cliente FTP: gFTP
  23. Melhor gestor de senhas: Memória e Revelations Password Manager quando a memória falha
  24. Melhor gestor de downloads: Wget
  25. Melhor agenda: KOrganizer
  26. Melhor cliente BitTorrent: Deluge

Se assim o entenderem, apresentem as vossas escolhas nos comentários ou no vosso blog. Seria um exercício interessante a partilha de ferramentas para executar determinadas tarefas.

publicado por brunomiguel às 15:00 | link do post | comentar | ver comentários (8)
Sexta-feira, 26.09.08

À descoberta do KDE PIM

Aos poucos, estou a descobrir as maravilhas do KDE PIM 4.1. Já uso o Kmail 1.10.1 há cerca de duas semanas e não quero outro cliente de email. Agora, estou a usar também o KOrganizer 4.1.0 e estou a curtir imenso a forma como ele me permite controlar a minha agenda.
Outra aplicação deste pacote de ferramentas de produtividade é o Kontact. Mas este vem por arrasto do Kmail. Não é que não curta, apenas não o explorei devidamente.

Nunca tive grande oportunidade de usar "a sério" as versões anteriores do KDE PIM. Eu queria aceder ao Gmail por IMAP, mas o Kmail teimava em não funcionar em condições assim e isso sempre fez com que nunca me debruçasse a sério nestas ferramentas. Mas agora que consigo aceder na boa ao Gmail com o Kmail, estou a ter uma agradável surpresa.
O KDE PIM não é perfeito, mas bate por muito o Evolution. É mais estável e dá menos dores de cabeça.

Ainda tenho mais aplicações disponíveis no KDE PIM, mas por enquanto só necessito destas.

publicado por brunomiguel às 21:24 | link do post | comentar | ver comentários (4)
Sexta-feira, 11.07.08

Portugueses trabalham cada vez menos

Apesar de se deslocarem para o local de trabalho e lá estarem as 8h diárias, os portugueses trabalham cada vez menos. Querem uma prova? Só na primeira metade deste ano, os portugueses passaram ao todo perto de 21 milhões de horas a navegar no Hi5. E esta rede social nem é dos sites onde os portugueses perdem mais tempo a navegar.

Sim, sim, já sei que vocês são excepção e que, das 9h às 17h, trabalham muito e navegam pouco na internet, se é que navegam. Mas estes números são da Marktest, não são inventados por mim. Vejam-nos num artigo do Sapo Tek, se quiserem.

publicado por brunomiguel às 19:22 | link do post | comentar

do not feed the trolls

Outros blogs meus

pesquisar neste blog

 

subscrever

RSS

Newsletter

posts recentes

arquivos

links