Sexta-feira, 31.10.08
Terça-feira, 23.09.08

Ironia

As declarações proferidas por Bush na Assembleia-Geral das Nações Unidas são a maior ironia que vi nos últimos tempos. Alguém o recorde das invasões americanas e consequente genocídio nos países invadidos.

publicado por brunomiguel às 18:16 | link do post | comentar
Segunda-feira, 14.07.08

Porque não se deve facilitar o exame de português

erros exame português

É por situações iguais a esta que o exame de português não deve ser facilitado, por muito moderna que essa ideia possa parecer (na realidade, é bastante retrógrada; mas há quem diga que uma mentira dita muitas vez acaba por se tornar verdade, por isso...). Em vez de se oferecerem os exames aos alunos, é melhor apostar numa melhoria do ensino a todos os níveis: professores, meios, escolas, sociedade, alunos. Se isso não for feito, corremos o risco dos jovens pura e simplesmente não serem capazes de escrever um simples palavrão, fodasse!

Viram o Idiocracy? Se viram, sabem que o que aparece no filme, ainda que ficção, é o risco que corremos quando, como sociedade, apostamos na estupidificação das massas. Se não viram, tirem o rabo da cadeira e vão até ao clube de vídeo mais próximo da vossa residência e aluguem o filme - mas apenas se não estiver infectado com nenhum sistema DRM. O exercício da caminhada, mesmo que seja curta, vai fazer-vos bem.

publicado por brunomiguel às 18:33 | link do post | comentar
Quarta-feira, 25.06.08

Fácil, o caraças!

O exame de matemática não foi mais fácil este ano, apesar dos alunos o terem afirmado. O que aconteceu foi que, este ano, os alunos estiveram mais bem preparados. A própria Ministra da Educação garantiu isso hoje, na comissão parlamentar.

A culpa desta melhor preparação é do programa e-escolas, que, ao possibilitar a aquisição de portáteis a €150, fez com que o QI dos alunos subisse. Todos sabem que só o tocar num computador dá logo mais 25 ou 20 pontos de QI. Quando se usa um, então... Epa upa, é ver o QI subir por aí acima.

Maria de Lurdes Rodrigues também aproveitou para por no seu lugar os senhores da Sociedade Portuguesa de Matemática (SPM), que, como já deu para perceber, não pescam muito de contas. Se dominassem esta matéria, não diziam que os exames foram mais fáceis só porque o grau de exigência foi mais baixo. Isso é como dizer que costuma chover no Inverno só porque é normal isso acontecer. Maluqueira!

E eles que não se esqueçam que foram eles que fizeram a correcção dos erros e ambiguidades matemáticas das questões propostas pelo Gave para este exame. O facto dos especialistas do SPM que fizeram esta correcção estarem sujeitos a confidencialidade não é desculpa, porque a confidencialidade nunca esteve sujeita a grande segredo no Tuguistão.

Isto é tudo uma cabala - que, acompanhada com umas batatas assadas, dava um bom almoço. Já ninguém respeita o esforço feito para aparecer melhor colocado nas estatísticas europeias. Ingratos, pá!

do not feed the trolls

Outros blogs meus

pesquisar neste blog

 

subscrever

RSS

Newsletter

posts recentes

arquivos

links