Sexta-feira, 04.06.10

Consola portátil OpenPandora começou a produção em massa

openpandora

Tal como o autor do bloh nexux404.com, também foi há sensivelmente dois anos que li pela primeira vez informação acerca de uma consola portátil chamada Pandora. Entretanto, nunca mais soube nada deste gadget e acabei por assumir que o projecto tivesse morrido.

Ao contrário do que pensava, o projecto está vivo e bem vivo. Apesar de um atraso de dois anos, a equipa começou a produção em massa da consola e algumas já foram mesmo enviadas para os seus respectivos proprietários.

A Pandora é uma consola portátil semelhante à Nintendo DS, embora ligeiramente maior, que usa GNU/Linux como sistema operativo. O processador é um ARM de 600MHz, tem 256MB de RAM, 512MB de memória flash para armazenamento, touchscreen de 4,3 polegadas, Wifi 802.11b/g, Bluetooth e uma bateria capaz de aguentar 10 horas até descarregar.

Com todas estas especificações, os seus criadores afirmam que a Pandora é a consola portátil mais poderosa do mercado. E se elas não forem suficientes para vos convencerem, talvez a capacidade para navegar na internet, ouvir música, etc, com esta consola o faça.

Mais que uma consola portátil, a Pandora é um computador que podem colocar no vosso bolso sem qualquer problema.

publicado por brunomiguel às 13:32 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Quarta-feira, 07.04.10

Suporte do Songbird para GNU/Linux está de volta

Mas sob outro nome, Nightingale. Este projecto é um fork do Songbird e, para além de GNU/Linux, vai suportar Windows e Mac OSX.

via José Rocha

publicado por brunomiguel às 14:46 | link do post | comentar
Quinta-feira, 25.09.08

Desconhecimento desculpável ou trabalho jornalístico menos bem feito?

Enquanto estava a ver o telejornal da RTP, decidi dar uma leitura às tabs que tinha abertas no Icecat. Uma delas tinha um artigo da RTP sobre o Magalhães, onde se pode ser o seguinte:

O pequeno portátil vem equipado com dois sistemas operativos (cabe ao utilizador escolher o que quer), o Windows XP Home, da norte-americana Microsoft, e o Linux Caixa Mágica 12 Mag, desenvolvido em open-source (código-fonte aberto) a partir do sistema operativo criado pelo finlandês Linus Torvalds.

Os programas principais do ambiente de trabalho tradicional são os da Microsoft (Office, Media Player, Photo Story, Popfly e Virtual Earth) e do Linux (OpenOffice).

Este ambiente inclui muitos outros programas, como o Adobe Reader 9, QuickTime e Outlook Express, além de conteúdos multimédia desenvolvidos em Portugal pela Porto Editora, a Diciopédia, Escola Virtual e os jogos didácticos "Zito, o mosquito" e "Guida, a margarida".

Como cidadão consciente que sou (e melhor blogger do mundo, também), entrei em contacto com a RTP, através do formulário de contacto no site do canal, e expliquei-lhes de forma simples que o Linux não é um sistema operativo e que a Caixa Mágica tem muito mais software para além do OpenOffice.org. Também contava contactar a Lusa, mas não fiz uma cópia do que escrevi para a RTP e o email de recepção de mensagem enviado pelo canal não contém uma cópia do meu texto, e eu não estou com paciência para voltar a escrever o mesmo.
Eu já me contento com uma resposta por parte da RTP, seja ela qual for, mas espero que eles corrijam o artigo, ou que, pelo menos, contactem a Lusa para que eles efectuem a correcção.

Será isto desconhecimento desculpável ou falta de investigação por parte do jornalista? Eu sou da opinião que é apenas desconhecimento, mas depois do compadrio - que seja a ser marketing descarado - que tenho visto alguns medias terem com algumas empresas, fico sempre na dúvida.

 

publicado por brunomiguel às 14:21 | link do post | comentar | ver comentários (3)
Domingo, 14.09.08

dyne:bolic: arte livre

Hoje, por causa deste artigo que o Marco Barreto escreveu no Tech4pc sobre software para produção e edição de música em GNU/Linux, lembrei-me de uma distribuição muito porreira deste sistema chamada dyne:bolic. Se a vossa onda é multimédia, é uma distribuição que vão querer experimentar.

publicado por brunomiguel às 18:24 | link do post | comentar
Quarta-feira, 10.09.08

LHC já não vai rebentar o planeta

Já estou mais descansado em relação ao LHC: acabei de saber que não vou morrer de um Blue Screen of The End of The World. Eles tiveram o bom senso de escolher um sistema operativo livre - neste caso, o GNU/Linux.

publicado por brunomiguel às 19:19 | link do post | comentar | ver comentários (7)

do not feed the trolls

Outros blogs meus

pesquisar neste blog

 

subscrever

RSS

Newsletter

posts recentes

arquivos

links