Sexta-feira, 25.09.09

ANSOL publica resultados da campanha "Eleições Legislativas 2009"

A campanha "Eleições Legislativas 2009", lançada pela Associação Nacional para o Software Livre (ANSOL), chegou ao fim. Os resultados das perguntas aos partidos inquiridos foram anunciados pelo presidente a associação, Rui Seabra, através de um press-release.

Ao todo, 10 perguntas foram enviadas a todos os partidos com assento parlamentar. O objectivo era saber qual a posição de cada um em relação ao software livre e às liberdades na era digital.

De todos os partidos inquiridos, apenas 4 - BE, CDU, PCTP/MRPP e PS - responderam a todas ou quase todas as questões. MEP e PSD ficaram-se por respostas vagas.

Com base nas respostas e posições anteriores defendidas na Assembleia da República, a ANSOL criou uma lista com recomendações de voto face às respostas. A CDU é o partido com maior percentagem de recomendação (94%), seguido do BE (93%) e do PCTP/MRPP (90%). PS ficou-se pelos 53% e MEP pelos 9%; PSD e CDS/PP têm pontuação negativa. Os restantes partidos não responderam.

«Aparentemente todos são adeptos do Software Livre, acham bom promove-lo e defende-lo; mas há uma diferença de clareza entre quem respondeu às perguntas, quem tomou um posição genérica e quem não deu feedback de todo», afirma o presidente da ANSOL.

A campanha está disponível em http://ansol.org/politica/legislativas2009 e inclui uma tabela onde todos os partidos candidatos se encontram pontuados.

Abaixo, ficam as links para a campanha, perguntas, respectivas respostas e recomendações de voto da ANSOL.

Campanha: http://ansol.org/politica/legislativas2009
Perguntas: http://ansol.org/politica/legislativas2009/perguntas
Respostas: http://ansol.org/politica/legislativas2009/respostas
Recomendações: http://ansol.org/politica/legislativas2009/recomendacoes

Ler também: Recomendações de Voto para as Legislativas > Software Livre no Sapo

Terça-feira, 13.01.09

ANSOL lança motor de busca para pesquisa de contratos de ajuste directo

Pesquisar algo no base.gov.pt, «o portal dos Contratos Públicos», é como tentar apertar ou desapertar um parafuso com a cabeça lixada - tentamos e tentamos, e normalmente acabamos por desistir. Se calhar isso é propositado, para evitar que os cidadãos vejam ajustes directos que ultrapassam os 14 milhões de euros, apenas para renovação «do Licenciamento de software Microsoft».

Já que a pesquisa no base.gov.pt não é algo recomendado a cardíacos, a ANSOL decidiu lançar o Transparência na AP. Neste portal, os cidadãos podem pesquisar os contratos de ajuste directo, desde aquisições de licenças de software a viaturas. Por enquanto, apenas se pode pesquisar pelo objecto e nomes das entidades envolvidas, o que, mesmo assim, é melhor que a pesquisa do «portal dos Contratos Públicos».

O Transparência na AP usa o Wordpress, juntamente com um motor de busca criado para pesquisar as entradas do base.gov.pt. Mais informaçõe sobre o projecto estão disponiveis aqui.

via RuiSeabra@Twitter

publicado por brunomiguel às 17:17 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Sexta-feira, 05.09.08

OpenID por email

O João Miguel Neves, o actual presidente da Associação Nacional para o Softawre Livre (ANSOL), anunciou à pouco no Twitter o lançamento de um serviço de autenticação OpenID que permite usar o email em vez serem obrigados a criar uma conta num serviço de OpenID. Por enquanto, apenas o OpenID 1 é suportado, mas o OpenID 2 também o deverá ser dentro de algum tempo.

O funcionamento deste serviço é simples: quando se quiserem registar num serviço que suporte OpenID, só têm que inserir o endereço http://passwordless.appspot.com/email@endereço.com (têm que substituir email@endereço.com pelo vosso endereço de email) no campo onde é pedida a vossa identidade OpenID e recebem no vosso email uma link para autorizar a ligação da vossa identidade OpenID a esse serviço.

publicado por brunomiguel às 21:29 | link do post | comentar
Terça-feira, 14.08.07

Ministério da Educação disponibiliza CD com software livre

software_livre_nas_escolasNão posso dizer que não estou surpreendido, pois estou e bastante! O Ministério da Educação, com o apoio da ANSOL e da SUN, está a promover a utilização de um CD com software livre nas escolas.
O CD contém software útil ao corpo docente e estudantil. Da lista de aplicações incluídas destaca-se, para além dos conhecidos Firefox, Thunderbird, Gaim e OpenOffice, a inclusão de software direccionado para o ensino da matemática - disciplina mal amada pelos estudantes - e um gestor de projectos. A lista completa de aplicações pode ser vista no site do Ministério da Educação.
Este projecto é digno de destaque e aplauso mas, talvez por ser um pouco descrente nestas iniciativas, não me parece que seja um passo rumo ao uso de sistemas operativos gratuitos nas salas de aula portuguesas, por muito que os impulsionadores do projecto o desejem. Mas um CD com software livre já é melhor que nada.
O CD pode ser descarregado daqui ou requisitado em qualquer Direcção Regional de Educação e Centros de Competência.
Se quiserem ajudar o projecto ou apenas recolher mais informações, visitem a lista de discussão do projecto.

{Fontes: Blog do Gonçalo Rodrigues && Blog do Rui Az && EscolasLivres.org}

do not feed the trolls

Outros blogs meus

pesquisar neste blog

 

subscrever

RSS

Newsletter

posts recentes

arquivos

links